Segunda-feira, 28 de Setembro 2020
7:14:48pm
O Jornal da Cidade

O Jornal da Cidade

O secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, vai deixar o governo. Em conversa com o presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira, Bebianno foi convidado a ocupar a diretoria de uma estatal, mas não aceitou e, por isso, ficou decidido que vai sair do governo, segundo relato de auxiliares do presidente.

A permanência de Bebianno no governo tinha sido costurada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, mas Bolsonaro não ficou satisfeito. Queria rebaixar o auxiliar de posto, o que não foi aceito por Bebianno. O ministro teria dito que a oferta era uma demonstração de “ingratidão”.

Segundo esses auxiliares, o presidente e seu ministro até teriam combinado uma nova conversa na segunda-feira, mas a divulgação pela imprensa da intenção de Bolsonaro de exonerá-lo teria acelerado o processo.

Ao longo da semana, Bebianno tentou ser recebido por Bolsonaro diversas vezes, mas vinha sendo ignorado. Nesta tarde, o presidente, finalmente, resolveu atendê-lo. Em um primeiro momento, a conversa teve a participação do vice-presidente Hamilton Mourão, de Onyx e de Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional. Ao final, o ministro e o presidente se reuniram sozinhos em um diálogo ríspido, com ataques de ambos os lados.

Envolto numa crise provocada pelo vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, que trabalha pela demissão do desafeto no governo, o ministro passou os últimos dias tentando se segurar no cargo. Bebianno enfrenta um processo de desgaste provocado por denúncias envolvendo irregularidades na sua gestão à frente do caixa eleitoral do PSL, partido dele e de Bolsonaro.

Durante a crise, Bebianno recebeu o apoio de ministros palacianos, militares do governo e parlamentares, incluindo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia . Eles consideraram grave o envolvimento de familiares de Bolsonaro com o governo e atuaram para segurar Bebianno no cargo e, consequentemente, evitar a imagem de que o rumo do Palácio é ditado pelos filhos do presidente. O trio que possui cargos eletivo é apontado como um gerador de crise para Bolsonaro.

Fonte: OGlobo

É até difícil de acreditar. Uma mãe de 25 anos, deu à luz a sete crianças - seis meninas e um menino - e todos eles nasceram de parto normal. A família mora na província de Diyali, no leste do Iraque. Segundo os jornais iraquianos, é o primeiro caso de sétuplos no país do Oriente Médio. Um porta-voz do departamento de saúde local divulgou um comunicado dizendo que a mãe e seus sete bebês estão perfeitamente saudáveis.

Quando descobriram que estavam esperando sete crianças, o casal teria se recusado a fazer redução seletiva. Está "nas mãos de Deus", eles disseram. O pai das crianças, Youssef Fadl, disse que ele e sua esposa, que já tinham mais três filhos, não planejavam aumentar a família. No entanto, agora são dez filhos para criar!

Os primeiros sétuplos

O primeiro caso de sétuplos sobreviventes do mundo foi em 1997, nos Estados Unidos. O casal, Kenny e Bobbi McCaughey, de Iowa, já era pais de Mikayla Marie, quando os sete nasceram. O parto foi acompanhado por equipes de jornalistas do mundo todo que, depois, invadiram a modesta casa da família.

Na época, os pais receberam milhares de doações, entre elas uma casa, uma van, um ano de alimentos, dois anos de fraldas e bolsas universitárias completas para qualquer universidade estadual em Iowa. Durante os primeiros meses de vida, os sétuplos bebiam 42 mamadeiras por dia e usavam nada menos do que 52 fraldas. Veja, abaixo, fotos da época do nascimento e confira como eles estão atualmente.

Fonte: Revista Crescer

É festa gratuita que você quer? a Festa do Bonfim na Sede de Mata de São João, dá continuidade as homenagens de Senhor do Bonfim. Localizada a 59km de Salvador, a cidade irá receber atrações de peso entre os dias 15 e 18 de fevereiro, como Jau, Psirico, Saulo, Parangolé, Devinho Novaes e Sandro Coutto além de atrações locais e grupos culturais do município que animam os foliões durante quatro dias de festa.

A manifestação popular que acontece no município há 263 anos, conta com a devoção dos fieis que participam da festa religiosa durante doze dias de novena. No domingo, baianas, Filhos de Gandhy, charangas e grupos afros que num ritual de tradição, fé e alegria saem em cortejo para realizar a lavagem na frente da igreja.
Confira a programação:

Sexta-feira - 15/02/2019

18h - Bloco Amigos do Diamante - Saída da Frente do CMMB

19H - Bloco Alufá - Saída do Parque da Cidade

Palco Principal:

22H - Marcelo Santos

00H – Parangolé

02H - Made In Roots

Coreto Musical:

21H- Samba Butukada

Sábado - 16/02/2019

16H - Bloco Arrastinho dos Amigos das Antigas - Saída do Parque da Cidade

Palco principal:

22h – Azzaração

00h – Saulo

02h - Fred Tabaréu

Coreto Musical:

21h - Black e Grupo Seduzir

Domingo - 17/02/2019

09h - Tradicional Cortejo das Baianas - Saída da Frente da Prefeitura Municipal

11h - Academia Do Samba - Chegada do Cortejo no Coreto Musical

Parque da Cidade:

12h Jau - Esquenta do Arrastão - Palco do Parque da Cidade

14h - Psirico - Tradicional Arrastão - Saída Do Parque da Cidade

14h30 - Bloco Prate Folia cmm Banda Prate Chica - Saída do Parque da Cidade

Coreto Musical:

18h - Serenão

Segunda-feira - 18/02/2019

08h - Programação Esportiva - Largo do Bonfim

14h - Bloco Moças Baianas com a Banda Nu Tchanck - Concentração no Parque da Cidade

17h - Forró Mp3 - Animando a Cavalgada no Coreto Musical

Palco Principal:

21h - Sandro Coutto

23h - Devinho Novais

Coreto Musical:

20h - Samba da Minha Rua

Os vereadores de Camaçari retomam os trabalhos em plenário na próxima terça-feira (19). A Sessão Solene contará com a presença do prefeito Antônio Elinaldo. A solenidade acontece a partir das 9h, no plenário da Casa Legislativa.

Com a abertura dos trabalhos legislativos de 2019 em plenário, as sessões ordinárias voltarão a ser realizadas terças e quintas-feiras, a partir das 9h, além do retorno das audiências públicas, sessões solenes e especiais. As reuniões das Comissões Permanentes e Especiais da Casa também voltarão a acontecer.

“Vamos iniciar mais um ano legislativo com novas expectativas. Acredito que cada vereador irá contribuir para apresentar em plenário indicações, projetos e outras proposições em defesa do bem-estar da população de Camaçari”, disse o presidente da Casa, vereador Jorge Curvelo (DEM).

Durante o recesso parlamentar, os setores administrativos da Câmara funcionaram em horário normal de expediente, assim como os gabinetes dos vereadores, que também permaneceram de portas abertas para atender a população.

Durante o período de recesso, foram realizadas algumas melhorias nas dependências, a exemplo da nova Sala de Imprensa, agora localizada dentro do plenário. As novas instalações vão garantir mais comodidade aos profissionais da comunicação que acompanham as atividades realizadas no local. Além desse novo espaço, a nova gestão também modificou toda a plotagem do plenário Osvaldo Nogueira, fortalecendo os traços culturais da cidade.

As sessões são transmitidas, ao vivo, pelo Canal 25.1 da TV Litorânea, pelo youtube.com/tvcamaracamacarie pela fanpage da TV Câmara, através do link https://www.facebook.com/tvcamaracamacari.

Moradores e turistas que optarem por curtir as praias de Barra do Jacuípe e Guarajuba neste sábado (16/2) vão ter mais atrativos para se divertir, graças a parceria da Prefeitura de Camaçari com veículos de comunicação da cidade e da capital, que trazem três importantes projetos. São eles: Bahia no Ar Verão 2019 – Conhecendo a Costa de Camaçari, realizado pelo Programa Bahia no Ar, transmitido pela rádio Sucesso FM (93.1); o Sou Verão, desenvolvido pelo Jornal Correio; e o #Verão, da rádio Globo FM (104.3).

Através do Bahia no Ar Verão 2019 – Conhecendo a Costa de Camaçari, que vai estar em Barra do Jacuípe, as pessoas vão poder usufruir de serviços como aferição de pressão, massoterapia, aula de zumba e corte de cabelo. A iniciativa tem a proposta de apresentar a Costa de Camaçari como de fato parte do território do município, que constantemente é considerado como sendo parte de outras cidades vizinhas.

Barra do Jacuípe também será palco para o encerramento do projeto Sou Verão, que já passou por Itacimirim e Guarajuba levando atividades esportivas como flyboard, skimboard, vôlei e frescobol. Na última edição da temporada, as pessoas vão contar ainda com stand up paddle e a canoa havaiana. A intenção é incentivar a prática esportiva em todas as idades.

O #Verão também vai chegando ao fim e promete movimentar as areias de Guarajuba. A ação foi dividida em cinco momentos, começando por Barra do Barra do Jacuípe e na sequência Itacimirim, Jauá e novamente em Itacimirim. No local, pessoas de todas as idades podem fazer aulas de surf, stand up paddle, vôlei, frescobol e frisbee. O objetivo do projeto é proporcionar atividades esportivas e música de qualidade para os turistas e moradores da Costa de Camaçari.

As parcerias ressaltam o potencial turístico dos 42 quilômetros de belas praias de Camaçari e aquece a economia local. Todos os projetos são oferecidos de forma gratuita, realizados pela parte da manhã, a partir das 8h, e disponíveis para todas as faixas de idade.

Oito funcionários da Vale foram presos, na manhã desta sexta-feira (15), em investigação sobre o rompimento da barragem de Brumadinho, na Grande Belo Horizonte. A operação ocorre em Minas Gerais, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Segundo o Ministério Público, a ação visa "apurar responsabilidade criminal pelo rompimento de barragens existentes na Mina Córrego do Feijão, mantida pela empresa Vale, na cidade de Brumadinho." (Leia nota do Ministério Público no fim desta reportagem). Os oito presos são funcionários da mineradora, de acordo com o MP, sendo quatro gerentes (dois deles, executivos) e quatro integrantes de áreas técnicas.

Os detidos são:

Alexandre de Paula Campanha
Artur Bastos Ribeiro
Cristina Heloíza da Silva Malheiros
Felipe Figueiredo Rocha
Hélio Márcio Lopes da Cerqueira
Joaquim Pedro de Toledo
Marilene Christina Oliveira Lopes de Assis Araújo
Renzo Albieri Guimarães Carvalho
Um dos alvos da operação, Campanha foi apontado por um engenheiro da TÜV SÜD, empresa que atestava a segurança de barragens da Vale, como funcionário da mineradora responsável por pressionar para que o laudo atestasse a estabilidade da barragem que se rompeu em Brumadinho. Campanha foi preso em casa, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

A declaração foi dada à polícia pelo engenheiro Makoto Namba, da TÜV SÜD, que afirmou ter sido pressionado por Campanha a assinar o laudo. Namba disse à PF ter respondido que a empresa assinaria o laudo se a Vale adotasse as recomendações indicadas na revisão periódica de junho de 2018, mas assinou o documento.

Ainda segundo Namba, que chegou a ser preso com outro funcionário da empresa e três da Vale em 29 de janeiro, “apesar de ter dado esta resposta para Alexandre Campanha, o declarante sentiu a frase proferida pelo mesmo e descrita neste termo como uma maneira de pressionar o declarante e a TÜV SÜD a assinar a declaração de condição de estabilidade sob o risco de perderem o contrato”.

Em São Paulo, agentes cumprem quatro mandados de busca. Agentes apreenderam documentos em Osasco, cidade vizinha a São Paulo, e no bairro da Vila Madalena, na capital.

Isolados
Os presos foram levados para o Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), no bairro Funcionários, na Região Centro-Sul da capital mineira. Segundo fontes ligadas à investigação, depois os presos serão levados para o Ministério Público.

Segundo a polícia, às 10h30 eles permaneciam em salas separadas, em contato uns com os outros.

Em coletiva à imprensa, o delegado Bruno Tasca, chefe do Dema, disse que quatro presos devem ser ouvidos no Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) na tarde desta sexta-feira e que depois eles serão encaminhados para o sistema prisional. A polícia acredita que não haverá tempo para que os outros quatro suspeitos sejam ouvidos nesta sexta.

Tasca falou que documentos relacionados à barragem como computadores, celulares, pen-drives e HDs foram apreendidos. Em Minas Gerais, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão em casas de funcionários.

Os suspeitos estão no refeitório do Dema, que foi adaptado para recebê-los, estão escoltados por policiais e não podem conversar entre si.

Tasca disse ainda que a operação desta sexta é um desdobramento da primeira e que não há pressa para ouvir os suspeitos porque as prisões são preventivas, ou seja, de 30 dias.

Os advogados que estão no Dema não quiseram falar com a imprensa.

Em nota, a Vale informou que está colaborando plenamente com as autoridades e permanecerá contribuindo com as investigações para a apuração dos fatos, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas.

O rompimento da barragem 1 da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, matou centenas de pessoas no dia 25 de janeiro. Até a quinta-feira (14), 166 mortes estavam confirmadas e 147 pessoas estavam desaparecidas. As buscas continuam na área atingida pela lama.

Alegações do Ministério Público
De acordo com o Ministério Público (MP), as prisões dos oito funcionários da Vale foram pedidas à Justiça porque, segundo a promotoria, eles "tinham pleno conhecimento da situação de estabilidade da barragem".

Veja o que diz o MP:

Alexandre de Paula Campanha - gerente-executivo da Geotecnia Corporativa da Vale
Canalizava informações sobre a estabilidade de barragens, sendo o responsável pela regularidade formal das estruturas, a partir do controle de revisões periódicas e auditorias. Tinha função chave para determinar o fluxo de informações entre auditorias externas e geotecnia operacional da Vale.

Artur Bastos Ribeiro - integra a Gerência de Geotecnia
Responsável pelo monitoramento e manutenção da barragem 1 do Complexo da Mina Córrego do Feijão. Participou de conversa entre funcionários da Vale e da TÜV SÜD nos dias 23 e 24 de janeiro, véspera do rompimento, na qual soube da situação de instabilidade da barragem e de anormalidade das medições dos piezômetros (aparelhos que medem a pressão da água).

Cristina Heloíza da Silva Malheiros - integra a Gerência de Geotecnia
Uma das responsáveis pelo monitoramento in loco e manutenção da barragem 1. Depoimentos colhidos apontam que ela tinha conhecimento da situação de instabilidade da barragem 1.

Felipe Figueiredo Rocha - integra o setor de Gestão de Riscos Geotécnicos
O setor detinha informações sobre metodologia, resultados e ranqueamento de risco das estruturas. O funcionário participava do gerenciamento de dados corporativos sobre a criticidade da situação da barragem 1. Foi responsável por apresentação interna dirigida à Vale, em que apontou a situação de risco das barragens inseridas na zona de atenção.

Hélio Márcio Lopes da Cerqueira - integra o setor de Gestão de Riscos Geotécnicos
Também participava do gerenciamento de dados corporativos sobre a criticidade da situação da barragem 1. Foi responsável por apresentação interna dirigida à Vale, em que apontou a situação de risco das barragens inseridas na zona de atenção. Participou de conversa entre funcionários da Vale e da TÜV SÜD nas vésperas do rompimento, tratando da situação de instabilidade da barragem e de anormalidade das medições dos piezômetros (aparelhos que medem a pressão da água).

Joaquim Pedro de Toledo - gerente-executivo da Geotecnia Operacional da Vale
Gerenciava a equipe responsável pelo rompimento e manutenção da barragem 1. Qualquer anomalia na estrutura era a ele comunicada por subordinados e tinha a incumbência de adotar providências para que o problema fosse sanado.

Marilene Christina Oliveira Lopes de Assis Araújo - integra o setor de Gestão de Riscos Geométricos
Também participava do gerenciamento de dados corporativos sobre a criticidade da situação da barragem 1. Apontada como uma das interlocutoras com a empresa TÜD SÜV e tinha condição de destaque frente às conclusões alcançadas junto à auditoria externa.

Renzo Albieri Guimarães Carvalho - integra a Gerência de Geotecnia
Responsável pelo monitoramento e manutenção da barragem 1, exercendo posição de destaque em trabalhos de geotecnia da mina, e responsável pela gestão da barragem 1. Era um dos subordinados a Joaquim Toledo e tinha a obrigação de lhe repassar as informações mais relevantes sobre a barragem, como a criticidade, que era de seu conhecimento.

Leia a nota do Ministério Público na íntegra:

"O Ministério Público do Estado de Minas Gerais, com apoio das Polícias Civil e Militar, deflagrou operação na manhã desta sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019, com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão e mandados de prisão temporária, visando apurar responsabilidade criminal pelo rompimento de barragens existentes na Mina Córrego do Feijão, mantida pela empresa VALE, na cidade de Brumadinho.

O pedido formulado pelo Ministério Público Estadual foi feito por intermédio da Promotoria de Justiça da Comarca de Brumadinho, da Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente das Bacias dos Rios das Velhas e Paraopeba, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado GAECO e do Grupo Especial de Promotores de Justiça de Defesa do Patrimônio Público - GEPP, no âmbito de força-tarefa. A operação contou com o apoio das Polícias Militar e Civil do Estado de Minas Gerais e, ainda, com atuação dos Ministérios Públicos dos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo, por meio dos GAECOs daqueles estados, e teve como propósito o cumprimento de 14 mandados de busca e apreensão e de oito mandados de prisão temporária expedidos pelo Juízo da Comarca de Brumadinho.

Os oito investigados presos são funcionários da VALE, dentre eles, quatro gerentes (dois deles, executivos) e quatro integrantes das respectivas equipes técnicas. Todos são diretamente envolvidos na segurança e estabilidade da Barragem 1, rompida no dia 25/01/2019. As prisões temporárias foram decretadas pelo prazo de 30 dias, tendo em vista fundadas razões de autoria ou participação dos investigados na prática de centenas de crimes de homicídio qualificado, considerados hediondo. Todos os presos serão ouvidos pelo Ministério Público Estadual, em Belo Horizonte. Também são apurados crimes ambientais e de falsidade ideológica.

Foram, ainda, alvos de busca e apreensão, em São Paulo e Belo Horizonte, 4 funcionários (um diretor, um gerente e dois integrantes do corpo técnico) da empresa alemã TÜV SÜD, a qual prestou serviços para a VALE, referentes à estabilidade da barragem rompida. Também foi cumprido mandado de busca e apreensão na sede da empresa VALE, no Rio de Janeiro.

Os documentos e provas apreendidos serão encaminhados ao Ministério Público do Estado de Minas Gerais para análise."

As medidas estão amparadas em elementos concretos colhidos até o momento nas investigações."

 

Fonte: G1

Os municípios baianos em fase de recadastramento obrigatório deverão adotar um esquema especial de atendimento a partir desta sexta-feira (15). A medida, pensada para suprir as necessidades do eleitorado na reta final da revisão biométrica, faz parte da estratégia do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE) para biometrizar os 400 mil eleitores que ainda não realizaram o procedimento.

A determinação inclui o atendimento espontâneo, quando não há necessidade de agendamento ou senha, com garantia de atendimento para todos os eleitores que chegarem aos cartórios ou postos dentro do horário de funcionamento da Justiça Eleitoral, das 8h às 18h. Para as zonas eleitorais com percentuais ainda muito baixos, o esquema especial contará ainda com funcionamento dos postos aos sábados e domingos.

O plantão foi anunciado pelo presidente do Eleitoral baiano, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, nesta quinta-feira (14), e atinge, inicialmente, Simões Filho e Lauro de Freitas, municípios que vêm apresentando alta procura por parte dos eleitores. Nas 34 cidades em fase obrigatória da revisão, o prazo para a realização do recadastramento será encerrado no próximo dia 22 de fevereiro, sem previsão de prorrogação.

Foi preso nesta quarta-feira (13), um homem procurado por roubos a instituições financeiras da cidade de Cascavel (PR). Ele foi flagrado por policiais militares na cidade de Camaçari, na região metropolitana de Salvador. De acordo com o G1, o suspeito, que não teve a identidade revelada, estava em posse de munições, réplica de uma arma e documentos falsos.

De acordo com a Polícia Militar, ele foi encontrado na localidade de Vilas de Abrantes, após denúncias. Durante a abordagem, segundo a PM, além de apresentar documentos falsos, o homem ofereceu R$ 40 mil e um carro modelo Pagero para não ser preso. Ele tinha um mandado de prisão em aberto, foi detido e encaminhado para a 26ª Delegacia Territorial (DT), em Camaçari.

A PM não divulgou se na unidade o suspeito também foi autuado por suborno. Foram achadas com o suspeito 34 munições calibre ponto 40, uma réplica de pistola, vários documentos de veículos, R$ 115 e US$ 7 em espécie, uma camisa camuflada, além de maçarico, marteletes, furadeiras e serra-corte, que eram empregados em crimes contra instituições financeiras.

O suspeito não teve o nome divulgado e todo o material foi levado para a delegacia.

O único ganhador da Mega da Virada que ainda não havia resgatado o prêmio de quase R$ 6 milhões do concurso, após quase dois meses desde o sorteio, retirou o dinheiro, nesta semana, de acordo com informações da Caixa Econômica Federal.

A aposta foi feita na cidade de Euclides da Cunha, a 315 km de Salvador. O ganhador tinha até abril para pegar o prêmio. Segundo a Caixa, o baiano fez o saque na última segunda-feira (11). Contudo, o local onde foi realizado o serviço não foi divulgado.

Além deste jogo, outros dois foram vencedores em Euclides da Cunha. As apostas foram feitas em duas lotéricas diferentes. Uma delas, teve a fama de "pé quente" aumentada após o sorteio. O concurso também gerou polêmica no município, com a suspeita de que um bolão teria levado o prêmio.

A Mega da Virada também fez vencedores em outras quatro cidades baianas. São elas: Salvador (1), Feira de Santana (1), Mata de São João (1) e Valença (1). Todos, incluindo os outros dois ganhadores de Euclides, sacaram o dinheiro pouco tempo após o sorteio.

Segundo a Caixa Econômica, uma das apostas vencedoras da Bahia foi feita no portal Loterias Online. Contudo, a cidade de onde saiu o jogo não foi divulgada. Já a aposta de Salvador teve um bolão com 10 cotas.

O sorteio foi realizado na noite de 31 de dezembro de 2018. As dezenas sorteadas foram: 05 - 10 - 12 - 18 - 25 - 33. Cada aposta levou R$ 5.818.007,36.

Fonte: G1/Bahia

 

O clássico Ba-Vi tomou uma nova proporção e ganhou as alturas. Após os jogos da Copa do Brasil na última quarta-feira (13), tricolores e rubro-negros dividem o mesmo voo que retorna de Brasília para Salvador na manhã desta quinta-feira (14).

Através do Twitter, o Bahia publicou uma foto onde é possível ver as duas delegações na aeronave. Enquanto o Bahia ficou no empate com o Rio Branco e avançou no Acre, o Vitória sucumbiu diante do Moto Club no Maranhão.

As duas equipes voltam a jogar no final de semana. No sábado (16), pela Copa do Nordeste, o Vitória enfrenta o Ceará no Barradão. Já o Bahia vai ao interior da Bahia para enfrentar o Vitória da Conquista, em jogo do Campeonato Baiano.