Segunda-feira, 6th Abril 2020
7:09:18pm
Micareta de Feira de Santana é adiada após casos de coronavírus

Micareta de Feira de Santana é adiada após casos de coronavírus

A micareta que aconteceria em Feira de Santana, no interior da Bahia, foi adiada após os três casos confirmados de coronavírus na cidade. A informação foi divulgada pelo prefeito Colbert Martins Filho, em entrevista coletiva, na manhã desta sexta-feira (13). A festa, que aconteceria entre 23 e 26 de abril, não tem nova data para ocorrer.

Na segunda-feira (09), o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), instaurou um processo administrado para avaliar se é prudente dar seguimento à festa. O procedimento, que inicialmente é de coleta de dados, aguarda informações-técnico científicas da Secretaria de Saúde da cidade sobre as ações de combate ao vírus.

A Polícia Militar, por meio da Fiscalização Preventiva Integrativa (FPI) sugeriu, na terça (10), o adiamento da festa para evitar riscos de contágio da doença.

Desde o surgimento, a Micareta de Feira só deixou de ser realizada em duas ocasiões: a primeira na década de 40, durante a Segunda Guerra Mundial, da qual alguns soldados feirenses também participaram, e a outra em 1964, por causa do golpe militar.

Casos confirmados
Até quinta-feira (12), a Bahia tem três casos de pacientes infectados pelo coronavírus confirmados por meio de testes, de acordo com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

A primeira paciente foi um caso importado, de uma mulher de 34 anos, residente na cidade de Feira de Santana, que retornou da Itália em 25 de fevereiro, com passagens por Milão e Roma, onde aconteceu a contaminação.

A segunda paciente foi a primeira transmissão local do coronavírus, em uma mulher de 42 anos, trabalhadora doméstica, que teve contato domiciliar com a primeira paciente, quando ainda esta ainda estava sintomática. O terceiro caso também é uma mulher, idosa de 68 anos, mãe da trabalhadora doméstica.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.