Sexta-feira, 30 de Outubro 2020
10:41:43pm
Cai para 33,8 milhões número de pessoas rigorosamente isoladas

Cai para 33,8 milhões número de pessoas rigorosamente isoladas

O número de pessoas rigorosamente isoladas para contenção da pandemia da covid-19 caiu em 1,6 milhão entre a segunda e a terceira semana de setembro, totalizando 33,8 milhões. Cerca de 5,1 milhões de pessoas interromperam as medidas mais rígidas de isolamento nas três primeiras semanas de setembro.

Os dados constam da edição semanal da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19, divulgada hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O grupo das pessoas que reduziu o contato, mas continuou saindo ou recebendo visitas, aumentou em 2,4 milhões na terceira semana de setembro. Segundo o IBGE, pela primeira vez, desde junho, quando esse tema começou a ser abordado pela pesquisa, esse é o maior grupo entre os pesquisados, representando 40,5% da população brasileira. As pessoas que adotaram esse comportamento mais flexível, agora, somam 85,7 milhões.

Segundo o IBGE, anteriormente o maior grupo entre a população era formado por pessoas que ficavam em casa e só saíam por necessidade básica, que, na semana de 13 a 19 de setembro representavam 39,9% dos brasileiros. Essa parcela da população é formada por 84,4 milhões de pessoas, ficando estável em relação à semana anterior.

Outro grupo que permaneceu estável foi o formado por aqueles que não adotaram qualquer medida de restrição, somando 6,5 milhões de pessoas, ou 3,1% da população.

Para a coordenadora da pesquisa, Maria Lucia Vieira, a flexibilização do isolamento social é uma tendência que vem sendo observada desde que o tema passou a ser levantado. “Toda semana tem cada vez menos pessoas que ficam rigorosamente isoladas dentro de casa e elas passam para uma medida um pouco menos restritiva, que é sair para resolver algumas coisas”, disse a pesquisadora, em nota.

Mercado de trabalho

Segundo Maria Lucia, a flexibilização também levou parte da população a buscar novamente o mercado de trabalho. “As pessoas estão, semana a semana, voltando a procurar trabalho ou a trabalhar. A pandemia vem deixando de ser a principal causa de as pessoas não buscarem trabalho”, disse.

Na terceira semana de setembro, segundo o levantamento, houve queda de cerca de 859 mil na população que não estava ocupada e que apontava como motivos para não procurar emprego a pandemia ou não encontrar vagas na localidade. Esse contingente passou a ser formado por 15,4 milhões de pessoas.

De acordo com a pesquisa, outro possível reflexo da flexibilização das medidas de isolamento foi o aumento no nível de ocupação da segunda para a terceira semana de setembro, chegando a 49,1%.

“É a primeira vez [na série histórica da pesquisa] que o nível de ocupação tem um aumento significativo. Ele se dá a partir de variações positivas sucessivas da população ocupada nessas últimas quatro semanas. Esse contingente vem aumentando um pouco, não de forma estaticamente significativa, mas há uma tendência de crescimento. O mercado de trabalho já parece mostrar as primeiras reações de recuperação”, disse a gerente da pesquisa.

A população ocupada foi estimada em 83,7 milhões, o que é considerado estatisticamente estável na comparação com a semana anterior, quando eram 82,6 milhões de ocupados. O número de desempregados também se manteve estável, totalizando 13,3 milhões. Com isso, a taxa de desemprego foi de 13,7%.

Educação

Na semana de 13 a 19 de setembro, o país tinha cerca de 46,3 milhões de estudantes que frequentavam escolas ou universidades. Desses, 13,7%, ou 6,3 milhões, não tiveram atividades escolares na terceira semana de setembro. Esse contingente ficou estatisticamente estável em relação à semana anterior de 6,8 milhões ou 14,7% dos estudantes, mas caiu frente à semana de 28 de junho a 4 de julho, de 9 milhões ou 20% dos estudantes.

Entre os 39,5 milhões de estudantes que tiveram atividades escolares na terceira semana de setembro, 26,2 milhões, ou 66,3%, tiveram atividades em cinco dias da semana, mantendo estabilidade frente à semana anterior, que era de 25,5 milhões, ou 65,4%.

Itens relacionados (por tag)

  • Bahia chega à marca de 7.600 mortes provocadas pela covid-19

    A Bahia registrou 29 mortes e 1.423 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) em 24h, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) no final da tarde desta sexta-feira (30). No mesmo período, 1.614 pacientes foram considerados curados da doença (+0,5%).

    Dos 352.700 casos confirmados desde o início da pandemia, 337.785 já são considerados recuperados e 7.315 encontram-se ativos. Ao todo, a pandemia já matou, oficialmente, 7.600 pessoas na Bahia.

    Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

    Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (26,13%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (8.509,67), Almadina (6.588,58), Itabuna (6.538,23) Madre de Deus (6.452,38), Aiquara (6.140,35).

    O boletim epidemiológico contabiliza ainda 720.989 casos descartados e 85.761 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (30).

    Na Bahia, 28.927 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19.

    Óbitos
    O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 29 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

    O número total de óbitos por covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.600, representando uma letalidade de 2,15%.

    Perfis
    Dentre os óbitos, 55,96% ocorreram no sexo masculino e 44,04% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,30% corresponderam a parda, seguidos por branca com 17,88%, preta com 15,04%, amarela com 0,75%, indígena com 0,11% e não há informação em 11,92% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,87%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,75%).

    A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

  • Taxa de desemprego fica em 14,4% no trimestre até agosto, revela IBGE

    A taxa de desocupação no Brasil ficou em 14,4% no trimestre encerrado em agosto, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados na manhã desta sexta-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado ficou acima da mediana de 14,2% das expectativas dos analistas na pesquisa do Projeções Broadcast, do sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, mas dentro do intervalo, que ia de 13,6% e 14,9%.

    Em igual período de 2019, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua estava em 11,8%. No trimestre até julho de 2020, a taxa de desocupação estava em 13,8%. A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.542 no trimestre encerrado em agosto. O resultado representa alta 8,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 202,478 bilhões no trimestre até agosto, queda de 5,7% ante igual período do ano anterior.

  • Confira o que abre e fecha no feriado de finados na capital e no interior

    O feriado de finados da próxima segunda-feira (2) vai alterar a dinâmica de funcionamento dos estabelecimentos situados na capital baiana e em algumas cidades do interior do estado. O CORREIO foi atrás dos horários em que os principais pontos comerciais vão funcionar durante o dia que marca o fim do feriado prolongado.

    No caso dos shoppings,quase todos seguirão funcionando, mas com alterações nos horários de funcionamento das lojas, praças de alimentação, academias e mercados. A exceção é o Shopping Piedade, que estará fechado e só retornará as atividades na terça-feira (03/11), das 11h às 21h.

    Quem não vai ter nenhuma alteração é o Outlet Premium, que abrirá normalmente na segunda, inclusive a praça de alimentação, que funciona das 09h às 21h. Diferente do Outlet, os postos de atendimento do SAQ terão serviços suspensos no feriado.

    Confira horários:

    Shoppings:

    Funcionamento do Shopping Barra:

    Lojas – Abrirão apenas as lojas âncoras das 12h às 21h (Zara, Renner, C&A, Riachuelo, Le Biscuit, Lojas Americanas, Centauro). As demais estarão fechadas;
    Praça de alimentação – Funciona das 12h às 21h;
    Restaurantes – Funcionam das 12h a 0h;
    Academia Alpha - Funcionará das 9h às 13h.
    Funcionamento do Shopping Bela Vista:

    Especial - Âncoras, alimentação (associados ao Sindicato de Bares e Restaurantes), farmácias e GBarbosa: das 12h às 21h;
    Lojas e quiosques (associados ao Sindicato dos Comerciários): fechados;
    Alpha Fitness: das 9h às 13h;
    Cinépolis: conforme programação no site www.cinepolis.com.br.
    Funcionamento do Shopping Itaigara:

    Lojas, praça de alimentação, cafés, quiosque e bancos: fechados;
    Bompreço: 08h às 18h.
    Funcionamento do Salvador Shopping:

    Bompreço: 8h às 21h;
    Alimentação, lojas âncoras (C&A, Casas Bahia, Centauro, Etna, Fast Shop, Le Biscuit, Lojas Americanas, Magazine Luiza, Marisa, Renner e Riachuelo), farmácias (Drogasil, Extrafarma, Globo, Pague Menos e São Paulo), salões de beleza (Barber City, Jacques Janine, Salão Miau e Via Paris): 12h às 21h;
    Drive Thru: 12h às 21h; apenas as lojas que estarão abertas;
    Espaço Gourmet: 12h às 00h;
    Cinema: 14h15 às 22h30;
    Bancos, clínicas (Clivale, Immune Vacinas e Labchecap), Correios, farmácias de manipulação, Lotérica, SAC, demais lojas e quiosques associados ao Sindicato dos Comerciários: fechados;
    A plataforma digital Salvador Shopping Online estará funcionando: www.salvadorshoppingonline.com.br.
    Funcionamento do Shopping Center Lapa:

    Praça de alimentação: 12h às 20h;
    C&A, Riachuelo e Lojas Americanas: 12h às 18h;
    Cinema: conforme a programação e horários dos filmes no site www.shoppinglapa.com.br.
    Funcionamento do Shopping Paseo:

    Lojas e serviços - Fechados;
    Alimentação - Das 12h às 20h;
    Cinema - Fechado;
    Academia Alpha - Funcionará das 9h às 13h.
    Funcionamento do Salvador Norte Shopping:

    Academia SmartFit: 9h às 15h;
    Cinema: 13h às 21h;
    Alimentação, lojas âncoras e megalojas (Americanas, C&A, Riachuelo, Renner, Fast Shop, Kalunga, Leader, Marisa, Login, Studio Z, Centauro, Le Biscuit, Beleza Natural), farmácias (Drogasil, Drogaria São Paulo e Pague Menos): 12h às 21h;
    Drive Thru: 12h às 21h; apenas as lojas que estarão abertas;
    Demais lojas e quiosques associados ao Sindicato dos Comerciários, Clivale e Caixa: fechados;
    SAC Móvel: fechado;
    A plataforma digital Salvador Norte Online estará funcionando: www.salvadornorteonline.com.br.
    Funcionamento do Shopping Paralela:

    Lojas âncoras, praça de alimentação, supermercado e farmácias: 12h às 21h;
    Cinema: conforme a sua programação de exibição.
    Funcionamento do Shopping da Bahia;

    Âncoras e megalojas (que possuem acordo com o Sindicato dos Comerciários) - 12h a 21h;
    Praça de alimentação e restaurantes – 12h a 21h;
    Farmácias – 12h a 21h;
    Pão de Açúcar – 12h a 21h;
    Bodytech – 09h às 13h;
    Cinema – Horário normal conforme a programação;
    Clivale - Fechado;
    Lojas e quiosques – Fechados.
    Funcionamento do Boulevard Shopping Feira de Santana:

    Lojas – 13h às 19h;
    Alimentação – 12h às 19h;
    Big Bompreço, farmácia BigFort – 08h às 19h;
    Casa Lotérica – fechada;
    Clinica Saúde Center – fechada;
    Funcionamento do Boulevard Shopping Vitória da Conquista:

    Lojas - 14h às 20h;
    Lazer e alimentação - 12h às 22h;
    Selfit e SAC – fechados.
    Funcionamento do Parque Shopping Bahia:

    Lojas – 13 às 21h;
    Alimentação – 12h às 21h;
    Hiper Ideal – 6h30 às 21h;
    PSG, Smart Fit – Fechados.
    Outros estabelecimentos:

    Funcionamento do Outlet Premium, em Camaçari:

    Estabelecimento e Praça de Alimentação: 9h às 21h.
    Funcionamento do SAQ:

    Todas unidades suspenderam atendimento.
    Funcionamento da RedeMix:

    Unidades: 6h30 às 20h, com horário sujeito a alterações ocasionais em algumas unidades.
    Funcionamento do GBarbosa:

    Iguatemi: 7h às 18h;
    Costa Azul: 7h às 18h;
    San Martin: 7h às 16h;
    Brotas: 7h30 às 16h;
    Lauro de Freitas: 7h às 18h;
    Pau da Lima: 7h30 às 16h;
    Cabula: 7h30 às 18h;
    Guarajuba : 8h às 19h;
    Horto Bela Vista: mesmo horário de funcionamento do shopping.
    Funcionamento da Perini:

    Graça, Pituba, Barra e Vasco da Gama: 6h30 às 20h;
    Costa Azul: 7h às 18h;
    Guarajuba: 8h às 17h;
    Shoppings da Bahia, Barra, Paralela e Salvador Shopping: mesmo horário de funcionamento dos shoppings.
    Funcionamento do Mercantil Rodrigues

    Ogunjá, Pirajá, Calçada e Lauro de Freitas: 7h às 21h.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.