Após 13 anos, pai de Britney Spears é suspenso oficialmente da função de tutor

Após 13 anos, pai de Britney Spears é suspenso oficialmente da função de tutor

A justiça dos EUA decidiu pela suspensão de Jamie Spears da função de tutor da filha Britney nesta quarta-feira (29). Ele já havia desistido da posição que ocupava há 13 anos, mas sua saída oficial estava prevista para acontecer após a audiência sobre o caso que estava marcada para janeiro de 2022.

No entanto, Britney Spears solicitou a aceleração do processo, e foi atendida pela juíza Brenda Penny. Uma das justificativas usadas pela cantora para acelerar a suspensão é que a situação da tutela do pai a impediria de assinar um acordo pré-nupcial com seu noivo, o modelo e atleta iraniano Sam Asghari.

"Britney Spears merece acordar amanhã sem ter o pai como tutor", disse o advogado da diva pop, Matthew Rosengart, na audiência desta quarta.

Com a decisão, o contador John Zabel substitui imediatamente o pai da cantora no papel de tutor. O fim do processo de tutela de Britney Spears será decidido em uma audiência futura.

Itens relacionados (por tag)

  • Vanessa da Mata presta queixa contra empresário de Trancoso por ameaça

    Um boletim de ocorrência envolvendo a cantora Vanessa da Mata e um empresário de Trancoso, distrito turístico em Porto Seguro, no sul da Bahia, foi registrado na tarde da terça-feira (9). Vanessa acusa o empresário de ameaças, depois de uma confusão no dia anterior, na Praça do Quadrado.

    Segundo a Polícia Civil, a delegacia de Trancoso vai investigar o caso de um desentendimento envolvendo Vanessa e mais duas pessoas em um estabelecimento comercial do local. Todos os envolvidos já prestaram depoimento, mas a polícia não divulgou detalhes do que aconteceu, nem do que cada um alegou.

    De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do IG, a ameaça aconteceu em um restaurante local chamado Santo Café. O desentendimento aconteceu com o dono do local, quando Vanessa e o amigo teriam sido abordados pelo homem, que questionou se a dupla sabia quem ele era. O empresário já teria se envolvido com uma confusão com outra amiga de Vanessa no final de semana.

    Vanessa e o amigo negaram saber quem ele era. A partir desse momento, o homem então, ao lado de um segurança, teria intimidado a cantora. Ela resolveu pagar e sair, momento em que teriam começado ameaças verbais. Vanessa respondeu e o empresário tentou partir para cima dela, sendo contido pelo segurança.

    O nome do empresário não foi divulgado, assim como das outras pessoas. O CORREIO não conseguiu contato com o Santo Café. A assessoria da cantora informou que ela prefere não comentar o caso no momento.

    A cantora chegou a fazer posts no Instagram mostrando que estava na Bahia, mas também não se manifestou publicamente nas redes sobre a confusão.

  • Mãe de Marília Mendonça faz homenagem à filha em post

    A mãe da cantora Marília Mendonça, Ruth Moreira, fez a sua primeira publicação nas redes sociais após a morte da filha. Em um post no Instagram, ela aparece ao lado da filha e uma música diz: “Deus me deu, Deus tomou”.

    A música que toca é “Jó”, na voz da cantora Midian Lima, que fala sobre uma pessoa que perdeu tudo.

    Na sexta-feira (5), ao saber da morte da filha, Ruth passou mal e teve que ser levada para o hospital.

    Acidente
    A cantora e compositora Marília Mendonça morreu, nesta sexta-feira (5), aos 26 anos. A sertaneja estava à bordo de um King Air C90A que caiu nos arredores da cachoeira da Piedade, próximo ao aeroporto de Ubaporanga, em Minas Gerais.

    Além dela, o avião tinha quatro ocupantes, que seriam um produtor, um assessor, o piloto e o copiloto.

    O assessor de imprensa Henrique Bonfim Ribeiro, conhecido como Bahia, é uma das vítimas do acidente aéreo que vitimou a cantora Marília Mendonça. O baiano trabalhava na equipe da cantora.

    Ela estava desacordada dentro do avião durante todo o período e, quando o resgate a localizou, ela estava sem vida.

    Em um primeiro momento, a assessoria de imprensa da artista informou que ela tinha sido resgatada com vida, mas a informação se provou falsa momentos depois.

    Marília iria realizar um show na cidade mineira na noite desta sexta. A cantora chegou a postar um vídeo mais cedo afirmando que ia fazer um show. Ela viajava de Goiânia, em Goiás, para Caratinga, onde faria a apresentação.

  • Membros de facção de Salvador ameaçam MC Poze e governo cancela show

    O funkeiro MC Poze do Rodo faria sua primeira apresentação em Salvador no próximo sábado (30), mas deve ficar para outra oportunidade. A primeira 'dificuldade' para a realização do evento, que aconteceria no Alto do Andu, na região da Avenida Paralela, se apresentou através das redes sociais, em vídeos publicados por membros de uma facção criminosa ameaçando o músico carioca de morte.

    Horas depois da divulgação do vídeo, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) divulgou, na noite desta quinta-feira (28), a informação de que o show não foi liberado justamente para evitar algum incidente mais grave.

    "A Secretaria da Segurança Pública não permitirá a realização do evento 'Baile do Embrasa', marcado para o próximo sábado (30), no espaço de shows Alto do Andú, em Salvador. Ameaças de traficantes contra o MC Poze, uma das atrações, motivaram a decisão."

    Ainda de acordo com a pasta, as equipes de inteligência apuram uma possível rixa entre organizações criminosas e o cantor. A SSP cita ainda a existência do vídeo.

    "Embora a competência para autorizar shows seja da Prefeitura, cabe, no entanto, ao estado garantir a segurança e prevenir para que delitos não ocorram. Nosso principal objetivo é preservar vidas", afirmou o secretário Ricardo Mandarino.

    Precedentes
    Essa não é a primeira vez que o carioca MC Poze é ameaçado por membros de organizações criminosas, após anúncios de shows em outras cidades.

    Desta vez, criminosos foram até o local onde ocorreria o ‘Baile do Embrasa’ para pichar o muro e ameaçar o artista. Nas imagens, é possível ver armas e até granadas.

    “Vai tocar aqui não, MC Poze aqui na Bahia é bala”, diz um dos homens, sem mostrar o rosto, enquanto outro escreve ameaças na parede da casa de shows. Ao final, os criminosos ainda efetuam uma série de disparos contra as paredes e portão.

    Outras ameaças
    O funkeiro carioca já possui um histórico de desavença com facções criminosas pelo país. MC Poze já precisou cancelar um show em Manaus (AM), após sofrer ameaça de morte de bandidos locais.

    No ano passado, o artista chegou a ser investigado pela polícia do Rio de Janeiro por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas e teve a prisão preventiva decretada após ser denunciado pelo Ministério Público local.

    De acordo com o inquérito, Marlon Brendon Coelho Couto da Silva, nome de batismo do artista, faria parte da maior facção criminosa do Rio. Ainda segundo a polícia, ele ainda seria responsável por incitar a violência, promover o grupo criminoso e participar de shows pagos pelo tráfico.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.