Domingo, 18th Agosto 2019
11:36:01pm
Homem que matou amigo de ex-namorada por ciúme será julgado em março

Homem que matou amigo de ex-namorada por ciúme será julgado em março

O homem acusado de matar o estudante de engenharia Tiago Valentim dos Santos Vidal, de 28 anos, na madrugada de 8 de fevereiro de 2014, vai a juri popular no dia 20 de março, às 8h, no Fórum Ruy Barbosa. Além do homicídio, os disparos de arma de fogo efetuados por Jean Devis Lasse de Oliveira (foto ao lado) ainda atingiram o também estudante de engenharia, Tauan Santana Santos, à época com 24 anos, que ficou paraplégico por conta dos tiros.

De acordo com as investigações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Jean Devis era ex-namorado de Jamile Paixão, amiga das vítimas. Segundo foi relatado em depoimento, o grupo de amigos estava em um bar no bairro de Piatã, quando a jovem postou uma foto no Facebook indicando a localização em que estavam.

Ainda segundo a polícia, o ex-namorado teria ficado com ciúmes ao ver Jamile com os amigos, foi até o local e efetuou os disparos que atingiram os dois estudantes. O acusado fugiu após o ataque, mas as câmeras registraram toda a ação que resultou na morte de Tiago. Jamile não foi atingida.

O corpo de Tiago Valentim foi enterrado no dia seguinte ao crime, no Cemitério Jardim da Saudade, sob comoção de amigos e familiares. Conforme informações obtidas pelo Bocão News, Tauan Santana movimenta apenas a cabeça e os braços. Segundo informado, ele perdeu os movimentos "do peito pra baixo" apesar das intensas sessões de fisioterapia. O jovem se locomove por meio de cadeira de rodas.

Assalto e prisão

Jean Devis Lasse de Oliveira foi preso em maio de 2014 após participação em um assalto nas Lojas Americanas, da Avenida Dom João VI, em Brotas. Na ocasião, ele foi baleado e ficou internado no Hospital Geral do Estado (HGE) antes de ser detido. O acusado deverá ser julgado ainda no final de março por roubo.

Fonte: Bocão News

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Ad2