OMS libera uso em massa da primeira vacina contra malária

OMS libera uso em massa da primeira vacina contra malária

A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomendou, nesta quarta-feira (06), a aplicação em massa da vacina aprovada contra a malária em crianças de regiões com altas taxas de transmissão, como a África Subsaariana.

A RTS,S/AS01 – ou Mosquirix –, é uma vacina desenvolvida pela farmacêutica britânica GlaxoSmithKline (GSK), após 30 anos de pesquisa e desenvolvimento, com apoio de entidades e centros de pesquisa africanos, afirma a OMS.

A decisão foi feita com base na análise dos resultados de um programa piloto que continua em andamento em Gana, Quênia e Malaui. Desde 2019, o estudo atingiu mais de 800 mil crianças e vai continuar em execução para avaliar o impacto da medida. Das 10 milhões de doses previstas no programa de testes, mais de 2 milhões já foram aplicadas.

A organização avalia que a RTS,S/AS01 teve "alto impacto" na vida real, com redução de 30% nos casos de malária grave e mortal.

"Esta é uma vacina desenvolvida na África por cientistas africanos, e estamos muito orgulhosos", afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. "Esta vacina é um presente para o mundo, mas seu valor será sentido mais na África."

A OMS indica que a vacina deve ser aplicada em um esquema de 4 doses em crianças a partir dos cinco meses, a fim de prevenir a doença e reduzir o impacto da malária entre os que forem contaminados.

“Este é um momento histórico. A tão aguardada vacina contra a malária para crianças é um avanço para a ciência, a saúde infantil e o controle da malária”, disse Tedros. “Além das ferramentas existentes para prevenir a malária, usar esta vacina pode salvar dezenas de milhares de vidas jovens a cada ano.”

Segundo a OMS, mais de 260 mil crianças africanas com menos de cinco anos morrem de malária anualmente, a maior causa de adoecimento e morte de crianças na região.

Itens relacionados (por tag)

  • Surto de covid-19 em Hospital de Itabuna infecta 17 pacientes

    Um surto de covid-19 foi identificado na Enfermaria B do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), na cidade de Itabuna, no sul da Bahia. Na última segunda-feira (22), 38 testes de antígenos e RT-PCR foram realizados e 17 tiveram resultado positivo para a doença. A prefeitura do município afirma que o surto foi contido e isolado, a partir de um plano de contingência.

    Desde a confirmação dos casos, a direção da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (Fasi), mantenedora do hospital, isolou os pacientes positivos dos demais, intensificou as medidas protetivas e diminuiu o fluxo de acompanhantes e estudantes. Segundo a Fasi, todos os pacientes são testados antes do internamento e realização de cirurgias.

    Ainda não se sabe o que teria dado início a transmissão do vírus, se a doença foi disseminada por um acompanhante ou por um profissional. Não há informação precisa de quando os testes foram realizados, mas uma investigação foi iniciada para tentar elucidar o ocorrido.

    O caso em Itabuna é mais um que surge no momento em que o estado apresenta surtos de covid-19, que não vinham sendo registrados recentemente. Na quarta-feira da semana passada (17), o Hospital Geral Roberto Santos, em Salvador, registrou, pelo menos, 18 casos de infecção por covid-19. Devido às contaminações, que foram identificadas na emergência da unidade, pacientes tiveram que ser transferidos e a visitação foi suspensa.

    Nesta quinta-feira (25), o CORREIO publicou uma denúncia de uma moradora de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, sobre um suposto surto de coronavírus que estaria ocorrendo entre funcionários de quatro instituições de ensino municipal da cidade. Segundo ela, a gestão municipal estaria tentando abafar os registros positivos. Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Camaçari confirmou casos da doença em duas instituições.

  • Variante 'Nu': O que se sabe sobre a cepa do coronavírus encontrada na África

    O mundo está em alerta com a variante 'Nu', nome dado à nova cepa de coronavírus encontrada na África do Sul. Cientistas dizem que ela reúne uma grande quantidade de mutações, que deixam-a mais transmissível e potencialmente resistente à vacinas.

    Diversos países da Europa, como Alemanha, Itália e Reino Unido, assim como Israel, já proibiram a entrada de pessoas vindas da África do Sul e outros países do continente.

    Já a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nota técnica nesta sexta-feira recomendando que o governo brasileiro adote medidas de restrições para voos e viajantes vindos de seis países africanos. Entre os países, estão Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue, além da África do Sul. A efetivação das medidas depende de portaria interministerial.

    "É uma variante que possui características mais agressivas e que, obviamente, requer das autoridades sanitárias mundiais medidas imediatas. É exatamente o que fizemos há poucos minutos. Já enviamos nossas notas técnicas para os ministérios da Casa Civil, Saúde, Infraestrutura e Justiça no sentido que voos vindos desses países, são países localizados no sul do continente africano, sejam temporariamente bloqueados, não venham para o Brasil", disse o diretor da Anvisa Antonio Barra Torres à GloboNews.

    Por enquanto, os casos da nova variante já foram detectados em lugares como Israel, Bélgica e Hong Kong.

    Como encontraram esta nova variante
    A cepa foi descoberta por cientistas sul-africanos em amostras coletadas entre os dias 14 a 16 de novembro. O anúncio oficial da nova variante foi feito nesta quarta-feira (24).

    Cientistas sequenciaram mais genomas, informaram ao governo que estavam preocupados e pediram à Organização Mundial da Saúde (OMS) para reunir seu grupo de trabalho técnico sobre a evolução do vírus para sexta-feira.

    O país identificou cerca de 100 casos da variante, principalmente em sua província mais populosa, Gauteng.

    Como surgiu a nova variante de coronavírus
    Ainda não se tem certeza. Um cientista do UCL Genetics Institute em Londres disse que provavelmente evoluiu durante uma infecção crônica de uma pessoa imunocomprometida, possivelmente em um paciente com HIV/AIDS não tratado.

    Quais países já registraram casos da nova variante
    De acordo com cientistas, a nova variante já se espalhou em Gauteng e pode já estar presente em outras oito províncias do país.

    A taxa de infecção diária do país quase dobrou na quinta-feira, passando para 2.465. O Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis (NICD) da África do Sul não atribuiu o crescimento à nova variante, embora cientistas locais suspeitem que seja a causa.

    O Botswana detectou quatro casos, todos estrangeiros que chegaram em missão diplomática e desde então deixaram o país.

    Hong Kong registrou um caso, de um viajante vindo da África do Sul. Israel também tem um caso, o de um viajante voltando do Malaui. O caso confirmado na Bélgica foi de uma pessoa não vacinada que viajou para o exterior e testou positivo no dia 22 de novembro.

    A nova variante é resistente à vacinas?
    Essa variante chama a atenção pois tem ais de 30 mutações na proteína spike que os vírus usam para entrar nas células humanas, dizem autoridades de saúde do Reino Unido.

    Isso é quase o dobro do número da Delta e torna essa variante substancialmente diferente do coronavírus original, que as vacinas contra covid atuais foram projetadas para neutralizar.

    No entanto, nenhum estudo foi feito ainda para medir a eficácia das vacinas nesta nova variante.

    Quais são as mutações da nova variante?
    Cientistas sul-africanos dizem que algumas das mutações estão associadas à resistência a anticorpos neutralizantes e maior transmissibilidade, mas outras não são bem compreendidas, então seu significado total ainda não está claro.

    A Conselheira Médica Chefe da Agência de Segurança de Saúde do Reino Unido, Dra. Susan Hopkins, disse à rádio BBC que algumas mutações não haviam sido vistas antes, então não se sabia como elas interagiriam com as outras, tornando-se a variante mais complexa vista até agora.

    A nova variante é mais transmissível?
    Mais testes serão necessários para confirmar se é mais transmissível, infeccioso ou pode escapar das vacinas. Um porta-voz da BioNTech, parceira da Pfizer no desenvolvimento da vacina, afirmou que estão testando a eficácia do imunizante contra a nova variante e dentro de duas semanas terão uma resposta.

    O trabalho levará algumas semanas, disse na quinta-feira a líder técnica da Organização Mundial da Saúde na covid-19, Maria van Kerkhove. Nesse ínterim, as vacinas continuam sendo uma ferramenta crítica para conter o vírus.

    Nenhum sintoma incomum foi relatado após a infecção com a variante B.1.1.529 e, como com outras variantes, alguns indivíduos são assintomáticos, disse o NICD da África do Sul.

  • Saúde libera vacinação contra Covid-19 sem exigência do nome na lista em Salvador

    A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) vai realizar, nesta quinta-feira (25), a vacinação contra a Covid-19 dos cidadãos sem a exigência do nome na lista no site da pasta. Batizada de “Libera Geral”, a estratégia quer assegurar a proteção da população, de forma geral, contra o coronavírus. A estratégia inclui pessoas que vão iniciar ou concluir o esquema vacinal, independentemente de onde tenham recebido as doses.

    Nos postos, é obrigatória a apresentação de original e cópia do documento de identificação com foto, comprovante de residência, Carteira Nacional de Vacinação Digital e cartão de vacina (para quem já tomou alguma dose). Os voluntários de pesquisas, além dos documentos citados, devem levar declaração do instituto responsável de que estão liberados para 3ª dose.

    Confira os postos nesta quinta-feira (25):

    1ª DOSE - REPESCAGEM PARA PESSOAS COM 18 ANOS OU MAIS
    Pontos fixos: UBS Pelourinho, UBS Péricles Cardoso (Barbalho), USF Terreiro de Jesus, USF Itacaranha, USF Alto de Coutos II, USF Colinas de Periperi, USF Plataforma, USF Vista Alegre, USF Rio Sena, USF Cajazeiras XI, USF Fazenda Grande III, UBS Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras), USF Mussurunga, USF Itapuã, USF Aristides Maltez (São Cristóvão), USF Coração de Maria, UBS José Mariane (Itapuã), UBS Orlando Imbassahy (Bairro da Paz), USF Parque de São Cristóvão, USF Nova Esperança, USF Jardim Campo Verde, USF KM 17, USF São José de Baixo (Lobato), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim), UBS Ministro Alckmin (Massaranduba), USF Joanes Leste, USF Ursula Catharino (Garcia), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Mata Escura, CSU Pernambués, USF Arraial do Retiro, USF Professor Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso), USF Estrada das Barreiras, USF São Marcos, USF Vila Nova de Pituaçu, USF Nova Brasília, USF Cambonas, UBS Sete de Abril, UBS Marechal Rondon, USF Boa Vista São Caetano, UBS Frei Benjamin (Valéria), UBS Mário Andrea (Sete Portas), UBS Cosme de Farias, UBS Manoel Vitorino, USF Candeal Pequeno, UBS Cesar de Araújo (Boca do Rio), USF Parque de Pituaçu, USF Pituaçu, USF Zulmira de Barros (Costa Azul), USF San Martim I e USF Santa Mônica.

    1ª DOSE - PESSOAS COM 12 OU MAIS; ADOLESCENTES COM COMORBIDADES; GESTANTES E PUÉRPERAS DE 12 A 17 ANOS OU MAISDrive-thrus: Shopping Bela Vista, Parque de Exposições (Paralela), 5º Centro de Saúde (Barris), Vila Militar, Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos II), FBDC Brotas, Faculdade Universo (Avenida ACM), Universidade Católica do Salvador (Pituaçu) e Uninassau (Avenida Magalhães Neto).

    Pontos fixos: USF São Gonçalo do Retiro, USF Eduardo Mamede, USF Jardim das Margaridas, USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, Cajazeiras X, 5º Centro de Saúde (Barris), Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Beira Mangue, USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, FBDC Brotas, USF Curralinho, Universidade Católica de Salvador (Pituaçu), USF Canabrava, UBS Castelo Branco, UBS Pires da Veiga (Pau da Lima), UBS Ramiro de Azevedo (Campo da Pólvora), USF San Martim III e USF Pirajá.

    2ª DOSE OXFORD (APRAZADOS ATÉ 25 DE DEZEMBRO DE 2021)
    Pontos fixos: UBS Pelourinho, UBS Péricles Cardoso (Barbalho), USF Terreiro de Jesus, USF Itacaranha, USF Alto de Coutos II, USF Colinas de Periperi, USF Plataforma, USF Vista Alegre, USF Rio Sena, USF Cajazeiras XI, USF Fazenda Grande III, UBS Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras), USF Mussurunga, USF Itapuã, USF Aristides Maltez (São Cristóvão), USF Coração de Maria, UBS José Mariane (Itapuã), UBS Orlando Imbassahy (Bairro da Paz), USF Parque de São Cristóvão, USF Nova Esperança, USF Jardim Campo Verde, USF KM 17, USF São José de Baixo (Lobato), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim), UBS Ministro Alckmin (Massaranduba), USF Joanes Leste, USF Ursula Catharino (Garcia), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Mata Escura, CSU Pernambués, USF Arraial do Retiro, USF Professor Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso), USF Estrada das Barreiras, USF São Marcos, USF Vila Nova de Pituaçu, USF Nova Brasília, USF Cambonas, UBS Sete de Abril, UBS Marechal Rondon, USF Boa Vista São Caetano, UBS Frei Benjamin (Valéria), UBS Mário Andrea (Sete Portas), UBS Cosme de Farias, UBS Manoel Vitorino, USF Candeal Pequeno, UBS Cesar de Araújo (Boca do Rio), USF Parque de Pituaçu, USF Pituaçu, USF Zulmira de Barros (Costa Azul), USF San Martim I e USF Santa Mônica.

    2ª DOSE CORONAVAC (APRAZADOS ATÉ 25 DE NOVEMBRO DE 2021)
    Pontos fixos: UBS Pelourinho, UBS Péricles Cardoso (Barbalho), USF Terreiro de Jesus, USF Itacaranha, USF Alto de Coutos II, USF Colinas de Periperi, USF Plataforma, USF Vista Alegre, USF Rio Sena, USF Cajazeiras XI, USF Fazenda Grande III, UBS Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras), USF Mussurunga, USF Itapuã, USF Aristides Maltez (São Cristóvão), USF Coração de Maria, UBS José Mariane (Itapuã), UBS Orlando Imbassahy (Bairro da Paz), USF Parque de São Cristóvão, USF Nova Esperança, USF Jardim Campo Verde, USF KM 17, USF São José de Baixo (Lobato), UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim), UBS Ministro Alckmin (Massaranduba), USF Joanes Leste, USF Ursula Catharino (Garcia), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Mata Escura, CSU Pernambués, USF Arraial do Retiro, USF Professor Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso), USF Estrada das Barreiras, USF São Marcos, USF Vila Nova de Pituaçu, USF Nova Brasília, USF Cambonas, UBS Sete de Abril, UBS Marechal Rondon, USF Boa Vista São Caetano, UBS Frei Benjamin (Valéria), UBS Mário Andrea (Sete Portas), UBS Cosme de Farias, UBS Manoel Vitorino, USF Candeal Pequeno, UBS Cesar de Araújo (Boca do Rio), USF Parque de Pituaçu, USF Pituaçu, USF Zulmira de Barros (Costa Azul), USF San Martim I e USF Santa Mônica.

    2ª DOSE PFIZER (APRAZADOS ATÉ 25 DE DEZEMBRO DE 2021)
    Drive-thrus: Shopping Bela Vista, Parque de Exposições (Paralela), 5º Centro de Saúde (Barris), Vila Militar, Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos II), FBDC Brotas, Faculdade Universo (Avenida ACM), Universidade Católica do Salvador (Pituaçu) e Uninassau (Avenida Magalhães Neto).

    Pontos fixos: USF São Gonçalo do Retiro, USF Eduardo Mamede, USF Jardim das Margaridas, USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, Cajazeiras X, 5º Centro de Saúde (Barris), Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Beira Mangue, USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, FBDC Brotas, USF Curralinho, Universidade Católica de Salvador (Pituaçu), USF Canabrava, UBS Castelo Branco, UBS Pires da Veiga (Pau da Lima), UBS Ramiro de Azevedo (Campo da Pólvora), USF San Martim III e USF Pirajá.

    3ª DOSE - PACIENTES IMUNOSSUPRIMIDOS E QUE TOMARAM A SEGUNDA DOSE ATÉ 20 DE OUTUBRO DE 2021
    Drive-thrus: Shopping Bela Vista, Parque de Exposições (Paralela), 5º Centro de Saúde (Barris), Vila Militar, Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos II), FBDC Brotas, Faculdade Universo (Avenida ACM), Universidade Católica do Salvador (Pituaçu) e Uninassau (Avenida Magalhães Neto).

    Pontos fixos: USF São Gonçalo do Retiro, USF Eduardo Mamede, USF Jardim das Margaridas, USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, Cajazeiras X, 5º Centro de Saúde (Barris), Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Beira Mangue, USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, FBDC Brotas, USF Curralinho, Universidade Católica de Salvador (Pituaçu), USF Canabrava, UBS Castelo Branco, UBS Pires da Veiga (Pau da Lima), UBS Ramiro de Azevedo (Campo da Pólvora), USF San Martim III e USF Pirajá.

    3ª DOSE - PESSOAS COM 18 ANOS OU MAIS (APARAZADOS ATÉ 27 DE JUNHO DE 2021)
    Drive-thrus: Shopping Bela Vista, Parque de Exposições (Paralela), 5º Centro de Saúde (Barris), Vila Militar, Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos II), FBDC Brotas, Faculdade Universo (Avenida ACM), Universidade Católica do Salvador (Pituaçu) e Uninassau (Avenida Magalhães Neto).

    Pontos fixos: USF São Gonçalo do Retiro, USF Eduardo Mamede, USF Jardim das Margaridas, USF São Cristóvão, USF Cajazeiras V, Cajazeiras X, 5º Centro de Saúde (Barris), Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Beira Mangue, USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, FBDC Brotas, USF Curralinho, Universidade Católica de Salvador (Pituaçu), USF Canabrava, UBS Castelo Branco, UBS Pires da Veiga (Pau da Lima), UBS Ramiro de Azevedo (Campo da Pólvora), USF San Martim III e USF Pirajá.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.