Sexta-feira, 14 de Agosto 2020
4:24:43pm
Alba estuda retorno de atividades presenciais para 2ª quinzena de agosto

Alba estuda retorno de atividades presenciais para 2ª quinzena de agosto

Depois de quatro meses de rotinas alteradas os deputados da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) começam a se prepara para retomar as atividades presenciais. A expectativa é de que isso aconteça na segunda quinzena de agosto. Inicialmente, o funcionamento seria misto, mantendo parte das atividades de forma virtual, ou seja, será um novo normal. O presidente da Casa, Nelson Leal (PP), comentou sobre o assunto durante a entrega de ambulâncias pelo Governo do Estado, nesta terça-feira (28).

"Estamos com o seguinte planejamento: assim que começar a ter condição, ou seja, que os casos começarem a diminuir e a curva de contaminação se inverta, a tendência é abrirmos. Num primeiro momento, a Casa vai funcionar com plenário misto. Uma parte virtual e outra presencial. A ideia é que na segunda quinzena de agosto a gente já comece a avançar nessa questão de reabertura da nossa Casa. É o novo normal", afirmou.

Leal destacou que é importante manter as medidas de higiene, distanciamento social e usar máscaras. "Enquanto não tivermos a vacina, é necessário trabalhar dessa forma. A máscara é nossa arma principal", afirmou. "Já estamos fazendo estudos para ver qual o momento certo e como iremos proceder para que a Assembleia volte dentro dessa nova realidade".

Já a presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), a deputada estadual Ivana Bastos (PSD), disse que todos os estados têm conversado sobre como deve ser o retorno.

"Temos reunido as 27 Assembleias para ver um protocolo. Aqui na Bahia foi contratada uma equipe de médicos para elaborar o protocolo, tudo com muita segurança, então, se tiver tudo sob controle, é bem-vindo (o retorno das atividades presenciais). Caso ainda não haja esse segurança, a gente continua on-line, a gente tem trabalhado muito virtualmente, inclusive, temos trabalhado até mais", contou.

A médica e deputada Fabíola Mansur (PSB) destacou que os números de casos confirmados da covid-19 no estado ainda estão altos, mas defendeu o retorno das atividades presenciais do Legislativo se houver segurança para os deputados e para os outros servidores.

“É bom que a gente lembre que a Alba não está parada, vários projetos importantes de deputados e do Executivo foram votados, mas a gente tem que ter um cuidado e foi feita uma comissão específica, com a presença de infectologistas, nesse sentido. Protocolos de biossegurança estão sendo montados e a partir do momento que a gente conseguir viabilizar esses protocolos a Alba conseguirá voltar presencialmente. O objetivo é preservar vidas. O presidente ficou de receber os protocolos em meados de agosto para ver se é viável fazer isso de forma presencial e segura”, afirmou.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), até a segunda-feira (27), a Bahia tinha 12.938 ativos do novo coronavírus e 3.227 óbitos confirmados pela doença. Foram 930 novos casos de domingo para segunda-feira.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.