Quinta-feira, 25th Abril 2019
5:57:38am
Costa de Camaçari sedia evento internacional de vôlei de praia

Costa de Camaçari sedia evento internacional de vôlei de praia

A Prefeitura de Camaçari acaba de marcar um gol de placa. Aliás, um “match point”. De 16 a 21 de abril, a Costa de Camaçari recebe a etapa do Sul Americano de Vôlei de Praia 2019. Os resultados obtidos no Circuito Costa de Camaçari influenciam na classificação olímpica e rankeamento dos atletas para a seletiva das Olimpíadas de Tóquio 2020. Grandes nomes do vôlei de praia vão se reunir em uma arena montada especialmente para o evento, em Guarajuba. Realizado em 10 cidades brasileiras, para movimentar o calendário do vôlei nacional, o evento deve mobilizar 31 mil pessoas nos seis dias de evento.

A etapa acontece em parceria com a Prefeitura Municipal de Camaçari, através das secretarias de Turismo (Setur), Esportes, Lazer e Juventude (Sejuv) e Coordenação de Eventos. A competição deve movimentar os meios de hospedagem e de gastronomia do município, para receber os amantes da categoria esportiva. Conhecido como Circuito dos Shoppings, o evento terá apoio do Guarajuba Shopping e será realizado em um terreno cedido pelo apoiador na Estrada do Coco (BA-099), entre as localidades de Guarajuba e Monte Gordo.

A etapa Costa de Camaçari terá a presença do campeão olímpico de vôlei de praia, o baiano Ricardo Santos, e da medalhista Pan Americana, Carolina Horta. Além dos convidados, ao longo dos seis dias de evento, o município recebe mais 64 atletas, com disputas simultâneas em três quadras montadas na arena. O evento terá, ainda, cobertura internacional pela DirecTV e nacional pela Rede Globo, com expectativa de oito milhões de expectadores na América do Sul.

Segundo os organizadores, a ideia é tirar o voleibol da praia e levar para os shoppings, proporcionando ao público uma experiência única de aproximação com o evento, com tour gastronômico nas cidades, visita a pontos históricos e stands de serviços. Nesse quesito, a escolha por Guarajuba foi considerada assertiva pela equipe formada pela Federação Baiana de Vôlei, Confederação Sul Americana de Voleibol e Confederação Brasileira de Voleibol. “A gente ficou contente do prefeito e secretários darem a possibilidade de fazer a competição, porque é muito importante para o esporte baiano”, afirma Ricardo Luz, um dos organizadores da etapa baiana.

O acolhimento do evento faz parte do posicionamento estratégico da gestão do prefeito Elinaldo Araújo, para divulgação da Costa de Camaçari e incentivo ao esporte. Para isso, foi disponibilizado todo suporte da Secretaria de Turismo, através do secretário Gilvan Souza. “Esse evento vem reforçar o nosso comprometimento com o esporte, lazer e o cuidado com as pessoas que vivem aqui. Queremos receber bem e firmar parcerias com projetos que tenham qualidade e continuidade, garantindo assim um fluxo contínuo de visitantes e gerando emprego e renda para quem vive do turismo”, pontua Gilvan.

A visibilidade nacional para o evento traz também resultados no município, com o incentivo ao esporte e estímulo para atrair novos praticantes e turistas. O secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Sessé Abreu, comemorou a decisão e reforçou a importância do trabalho conjunto entre as secretarias municipais. “O prefeito Elinaldo traz um evento internacional que coloca Camaçari na vitrine e mostra o potencial da nossa cidade para assumir a liderança no ranking brasileiro de Turismo. Meu papel é fazer com que o esporte esteja inserido nesse crescimento e seja referência no mundo esportivo”, destaca.

Ingressos

Os ingressos para acesso ao evento estão sendo comercializados a um valor simbólico de R$ 10,00. Parte do valor arrecadado será destinado para uma instituição beneficente do município. Os interessados podem adquirir o passaporte de acesso através da Central do Carnaval, por meio do site, ou presencialmente, no Shopping da Bahia.

Em Camaçari, vários pontos de vendas foram credenciados: Guarajuba Shopping, Bibi Gourmet, Hotel Lagoa e Mar, Pousada Praia das Ondas, Pousada Terra e Lua, Pousada Cabanas de Jauá, Pousada Pedras do Mar, Pousada Maluar, Casa de material de construção Stevan, Arembepe Hostel, Pousada Brisa do Mar, Hotel Arembepe Beach, Pousada Águas do Piruí.

Atletas Olímpicos

Em 2018, Ricardo recebeu, aos 43 anos, dois prêmios da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), na temporada 2017/18: o jogador mais inspirador e também o esportista do ano. Com esses dois prêmios, Ricardo acumula agora oito título individuais concedidos pela entidade máxima do vôlei mundial ao fim de cada temporada. Ele foi eleito o melhor jogador do Circuito Mundial em 2005 e 2007, melhor ataque em 2005 e melhor jogador ofensivo em 2005, 2006 e 2007.

A atleta cearense Carolina Horta começou a treinar vôlei de praia em 2009. Na época já jogava Vôlei de Quadra no colégio e foi nesse ano que conheceu efetivamente o Vôlei de Praia. A atleta participou de competições internacionais e é medalhista Pan Americana, Campeã Sul-Americana e ganhou etapa do Circuito Mundial e do Circuito Brasileiro.

Fonte: Ascom/PMC

Itens relacionados (por tag)

  • Grupo O Boticário anuncia investimentos para fábrica de Camaçari e em CD da empresa

    Camaçari está em festa com a notícia de novo investimento do Grupo O Boticário na fábrica instalada no município e no seu Centro de Distribuição (CD), localizado em São Gonçalo dos Campos. O valor anunciado é na ordem de R$ 300 milhões, sendo em torno de R$ 200 milhões destinado ao CD. A quantia é superior ao investido em 2018, quando foi empregado cerca de R$ 250 milhões. Para a implantação dos dois empreendimentos, foi aplicado um monte de R$ 732 milhões, o que permitiu à empresa a criação de um dos maiores parques de produção de cosméticos do país.

    A unidade fabril, situada às margens da Via Parafuso (BA-535), está a poucos meses de completar cinco anos de inaugurada. Para ela, está prevista a criação de duas novas linhas de produtos de cuidados pessoais (cremes, loções e shampoos). A intenção do grupo é dobrar a capacidade de fabricação de itens de cuidados pessoais no estado e aumentar em 50% a capacidade de envase desses artigos.

    A fábrica de Camaçari atende atualmente 50% da demanda do grupo, conta com 650 colaboradores, tem capacidade de produzir até 150 milhões de produtos por ano e foi projetada para 12 linhas de perfumaria, nove de cuidados pessoais e três para montagens de estojos.

    “Recebo a notícia com alegria. Esse investimento representa, na prática, aumento da produção, o que deve gerar novos empregos e um reflexo positivo na economia local”, explica o prefeito Elinaldo Araújo.

    Fonte: Ascom/PMC

  • Seis aves silvestres são resgatadas em Camaçari

    Seis pássaros silvestres foram resgatados nesta segunda-feira, 22, na BA-099, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

    De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), os animais foram encontrados dentro de um veículo, após abordagem no Posto Rodoviário de Arembepe.

    No carro foram encontrados algumas gaiolas com quatro aves da espécie ‘Papa-Capim’ e dois da ‘Trinca-ferro’.

    A motorista confessou que estava levando as aves para seu companheiro, em Aracaju. Ela assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberada.

    Os animais resgatados se encontram na unidade da Delegacia Territorial (DT) de Praia do Forte, aguardando as orientações do Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

    Fonte: A Tarde

  • Estudo aponta que água que abastece Camaçari está contaminada por 27 agrotóxicos

    Testes realizados pelas empresas de abastecimento de municípios brasileiros mostram que quatro cidades da Bahia consomem um perigoso coquetel com 27 agrotóxicos encontrados na água utilizada pela população. Apesar de a Embasa negar a contaminação, de acordo com o estudo, Mucugê, São Félix do Coribe, Itapetinga e Camaçari são as cidades em situação mais crítica.

    Dos quatro, Camaçari é o único em que se detectaram agrotóxicos com concentrações acima do nível permitido no Brasil. Também apenas em Camaçari a Embasa (Empresa Baiana de Água e Saneamento) trata a água. As demais têm gestão própria do abastecimento.

    Dos 27 agrotóxicos encontrados pela pesquisa, 16 são classificados pela Anvisa como extremamente ou altamente tóxicos e 11 estão associados ao desenvolvimento de doenças crônicas.

    Obtidos em uma investigação conjunta pela ONG Repórter Brasil, da Agência Pública e da organização suíça Public Eye, os dados dizem respeito ao período entre 2014 e 2017. Dos 27 agrotóxicos encontrados pela pesquisa, 16 são classificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como extremamente ou altamente tóxicos e 11 estão associados ao desenvolvimento de doenças crônicas como câncer, malformação fetal, disfunções hormonais e reprodutivas. Importante ressaltar que as quatro cidades atingem o número máximo de agrotóxicos, mas há muitas outras com uma quantidade perigosa de químicos, como Macarani, também no Centro Sul, com 25 agrotóxicos, e até a própria Salvador, com 16 pesticidas.

    A Embasa nega a contaminação.

    Em nota, a Embasa informou que as análises realizadas semestralmente pela empresa no período entre 2014/2018 apresentaram valores que demonstram a inexistência de substâncias presentes em agrotóxicos. “Isso significa que os parâmetros de potabilidade da água distribuída pela empresa estão de acordo com as determinações da Portaria de Consolidação nº 05, anexo XX, de 2017, do Ministério da Saúde”, diz a nota.

    A secretaria de Saúde de Camaçari ainda não se pronunciou sobre o assunto.

    Fonte: Correio 24h

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Ad2