Sexta-feira, 30 de Outubro 2020
10:58:20pm
Bares apostam em espaços ao ar livre, novo cardápio e rígido protocolo

Bares apostam em espaços ao ar livre, novo cardápio e rígido protocolo

Já se vão dois meses que os bares de Salvador estão autorizados pela prefeitura a funcionar, depois de quase cinco meses fechados por conta da pandemia. Mesmo com rígidos protocolos sanitários, a frequência nestes estabelecimentos ainda está em torno de 30%, segundo o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Fehba), Silvio Pessoa.

A aposta número um dos donos de bares, entretanto, ainda é assegurar que as medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus estão sendo cumpridas. “A prioridade são os cuidados sanitários, disponibilizando álcool em gel, medição da temperatura na entrada e os EPI’s dos garçons, e o cuidado do desembarque dos clientes. Ele tem que chegar usando máscara”, reforçou o diretor de marketing da rede de bares Boteco do Caranguejo, Wagner Miau.

Outras medidas usadas pelo Boteco foram investir em um novo item no cardápio (agora digitalizado), o quibe de siri, músicas ao vivo todos os dias, e uma campanha que se a cerveja não chegar à mesa gelada, com o famoso “véu de noiva”, o cliente não paga. As músicas ao vivo - somente voz e violão - foram liberadas pelo prefeito ACM Neto a partir desta segunda-feira (5). Neto ampliou ainda o horário de funcionamento até 00h - antes até às 23h - e o número máximo de clientes na mesma mesa passou a ser oito e não 6 pessoas. A capacidade máxima continua em 50%.

O Bar Ulisses, no bairro Santo Antônio Além do Carmo, reabriu no dia 13 de agosto e também apostou na reformulação do cardápio, com novos drinks e novos pratos. “Como não pode fazer promoção, criamos novos drinks e novos pratos para adequar aos clientes e estamos fazendo todo o protocolo exigido”, destacou o proprietário Jorge Ulisses. Apesar da capacidade reduzida, a movimentação tem aumentado nas últimas semanas desde a reabertura e todo os funcionários, afastados durante a pandemia, já voltaram a trabalhar no local. “Está em uma crescente muito boa”, avaliou Ulisses.

Porém, muita gente ainda prefere ficar em casa, como a estudante Isabelle Carvalho, que mora no Imbuí. “A maioria dos bares que frequento, que atraem jovens, prezam mais por ter cliente e não pelo cuidado com as medidas de higiene. Não me sinto segura porque sempre vejo aglomeração”, explicou Carvalho. Já o bacharel em humanidades Bruno Barreto voltou a frequentar os barzinhos perto de casa, na Barra. “A maioria dos meus amigos já está indo. A única chateação foi a limitação de pessoas e o horário. Acho que é uma medida besta, só para mostrar que estão fazendo algo”, opinou.

O empresário Bruno Boscolo, novo proprietário da EcoSquare, primeira Vila de Contêineres de Salvador, no bairro do Rio Vermelho, fez mudanças no paisagismo do espaço e na iluminação para deixar o ambiente mais aconchegante. Além disso, ele fez uma consulta com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) para evitar que aglomerações aconteçam no entorno, algo frequente por ali, pela presença de ambulantes.

“Nosso desafio é deixar o espaço mais agradável e que esteja no roteiro de qualquer turista e soteropolitano. Todo mundo está receoso, mas ela Eco ser um espaço aberto, facilita a circulação do ar e o espaçamento entre as mesas”, afirmou Boscolo. O empresário também aposta em música ao vivo às sextas e sábados de artistas que dialoguem com o cenário soteropolitano e reforçou a equipe de segurança para endurecer a fiscalização dos protocolos sanitários.

O presidente da Fehba, Silvio Pessoa, estima que 40 a 50% dos bares e restaurantes de Salvador não voltem a operar após a pandemia por conta dos prejuízos financeiros durante esse período. Contudo, ele espera que o movimento aumente nos próximos meses. "O movimento está bem abaixo do normal, as pessoas ainda estão com muito medo de sair de casa. Mas acredito que a partir de 15 de novembro, após as eleições, se a gente não tiver uma segunda onda, as coisas vão começar a melhorar", previu Pessoa.

Cuidados a serem tomados

O infectologista Claudilson Bastos alerta que um dos principais cuidados a serem tomados para evitar riscos de contágio da covid-19 em bares é usar e manipular as máscaras de forma correta. “Antes e depois da manipulação do uso das máscaras deve higienizar as mãos e pegá-las sempre pelas alças. Se for comer, deve-se colocar as máscaras sobre o guardanapo, mas a alça deve ficar de fora”, orientou o infectologista. Bastos ainda relembrou que é recomendado manter o distanciamento mínimo de 1,5 metro.

Iniciativas Ambev

Duas iniciativas da Ambev que surgiram durante a pandemia para incentivar os clientes a voltarem a frequentar os bares preferidos foram a "Voltadeira" e a Academia do Garçom. Em parceria com o aplicativo iti, do Itaú, Bohemia lança a “Voltadeira Bohemia”, campanha que banca a primeira garrafa de Bohemia dos consumidores nos bares.

Os interessados devem ter mais de 18 anos, fazer o cadastro no site www.voltadeira.com.br e convidar dois amigos. Depois, basta baixar o iti no celular e criar uma conta. Em até sete dias úteis o valor da cerveja (R$ 7,50) será creditado no saldo do aplicativo. O resgate da cerveja não tem data limite, mas o cadastro no site pode ser feito até 31 de dezembro. A ação é válida para qualquer bar que tenha máquina da Rede, GetNet ou Cielo.

Já o Academia do Garçom foi criada em parceria com a Abrasel para capacitar os funcionários de bares e restaurantes que ficaram desempregados durante a pandemia. A plataforma digital serve para que donos de estabelecimentos identifiquem essas pessoas e selecione o candidato que mais se aproxima do perfil da empresa. O acesso é gratuito, basta acessar o site https://academiadogarcom.bohemiapuromalte.com.br e se cadastrar. O site ainda oferece treinamento, com aulas 100% online, de técnicas de atendimento, segurança, higienização, vendas e conhecimento cervejeiro.

Interdições Sedur

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), entre 10 de agosto e 7 de outubro, foram interditados 178 bares na capital baiana por descumprirem o protocolo sanitário decretado pela prefeitura. Os bairros que registram o maior número de irregularidades são São Marcos, Barra e Ribeira. Os principais motivos para as interdições são a ultrapassagem do horário limite de funcionamento, aglomerações e falta do uso de máscara.

A Sedur também autorizou 86 bares e restaurantes da capital baiana a utilizarem calçadas, a fim de ampliarem seus espaços e a capacidade de recepção de clientes. A medida foi permitida no final de julho pela prefeitura.

Itens relacionados (por tag)

  • Bahia chega à marca de 7.600 mortes provocadas pela covid-19

    A Bahia registrou 29 mortes e 1.423 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) em 24h, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) no final da tarde desta sexta-feira (30). No mesmo período, 1.614 pacientes foram considerados curados da doença (+0,5%).

    Dos 352.700 casos confirmados desde o início da pandemia, 337.785 já são considerados recuperados e 7.315 encontram-se ativos. Ao todo, a pandemia já matou, oficialmente, 7.600 pessoas na Bahia.

    Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

    Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (26,13%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (8.509,67), Almadina (6.588,58), Itabuna (6.538,23) Madre de Deus (6.452,38), Aiquara (6.140,35).

    O boletim epidemiológico contabiliza ainda 720.989 casos descartados e 85.761 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (30).

    Na Bahia, 28.927 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19.

    Óbitos
    O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 29 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

    O número total de óbitos por covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.600, representando uma letalidade de 2,15%.

    Perfis
    Dentre os óbitos, 55,96% ocorreram no sexo masculino e 44,04% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,30% corresponderam a parda, seguidos por branca com 17,88%, preta com 15,04%, amarela com 0,75%, indígena com 0,11% e não há informação em 11,92% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 71,87%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,75%).

    A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

  • Confira o que abre e fecha no feriado de finados na capital e no interior

    O feriado de finados da próxima segunda-feira (2) vai alterar a dinâmica de funcionamento dos estabelecimentos situados na capital baiana e em algumas cidades do interior do estado. O CORREIO foi atrás dos horários em que os principais pontos comerciais vão funcionar durante o dia que marca o fim do feriado prolongado.

    No caso dos shoppings,quase todos seguirão funcionando, mas com alterações nos horários de funcionamento das lojas, praças de alimentação, academias e mercados. A exceção é o Shopping Piedade, que estará fechado e só retornará as atividades na terça-feira (03/11), das 11h às 21h.

    Quem não vai ter nenhuma alteração é o Outlet Premium, que abrirá normalmente na segunda, inclusive a praça de alimentação, que funciona das 09h às 21h. Diferente do Outlet, os postos de atendimento do SAQ terão serviços suspensos no feriado.

    Confira horários:

    Shoppings:

    Funcionamento do Shopping Barra:

    Lojas – Abrirão apenas as lojas âncoras das 12h às 21h (Zara, Renner, C&A, Riachuelo, Le Biscuit, Lojas Americanas, Centauro). As demais estarão fechadas;
    Praça de alimentação – Funciona das 12h às 21h;
    Restaurantes – Funcionam das 12h a 0h;
    Academia Alpha - Funcionará das 9h às 13h.
    Funcionamento do Shopping Bela Vista:

    Especial - Âncoras, alimentação (associados ao Sindicato de Bares e Restaurantes), farmácias e GBarbosa: das 12h às 21h;
    Lojas e quiosques (associados ao Sindicato dos Comerciários): fechados;
    Alpha Fitness: das 9h às 13h;
    Cinépolis: conforme programação no site www.cinepolis.com.br.
    Funcionamento do Shopping Itaigara:

    Lojas, praça de alimentação, cafés, quiosque e bancos: fechados;
    Bompreço: 08h às 18h.
    Funcionamento do Salvador Shopping:

    Bompreço: 8h às 21h;
    Alimentação, lojas âncoras (C&A, Casas Bahia, Centauro, Etna, Fast Shop, Le Biscuit, Lojas Americanas, Magazine Luiza, Marisa, Renner e Riachuelo), farmácias (Drogasil, Extrafarma, Globo, Pague Menos e São Paulo), salões de beleza (Barber City, Jacques Janine, Salão Miau e Via Paris): 12h às 21h;
    Drive Thru: 12h às 21h; apenas as lojas que estarão abertas;
    Espaço Gourmet: 12h às 00h;
    Cinema: 14h15 às 22h30;
    Bancos, clínicas (Clivale, Immune Vacinas e Labchecap), Correios, farmácias de manipulação, Lotérica, SAC, demais lojas e quiosques associados ao Sindicato dos Comerciários: fechados;
    A plataforma digital Salvador Shopping Online estará funcionando: www.salvadorshoppingonline.com.br.
    Funcionamento do Shopping Center Lapa:

    Praça de alimentação: 12h às 20h;
    C&A, Riachuelo e Lojas Americanas: 12h às 18h;
    Cinema: conforme a programação e horários dos filmes no site www.shoppinglapa.com.br.
    Funcionamento do Shopping Paseo:

    Lojas e serviços - Fechados;
    Alimentação - Das 12h às 20h;
    Cinema - Fechado;
    Academia Alpha - Funcionará das 9h às 13h.
    Funcionamento do Salvador Norte Shopping:

    Academia SmartFit: 9h às 15h;
    Cinema: 13h às 21h;
    Alimentação, lojas âncoras e megalojas (Americanas, C&A, Riachuelo, Renner, Fast Shop, Kalunga, Leader, Marisa, Login, Studio Z, Centauro, Le Biscuit, Beleza Natural), farmácias (Drogasil, Drogaria São Paulo e Pague Menos): 12h às 21h;
    Drive Thru: 12h às 21h; apenas as lojas que estarão abertas;
    Demais lojas e quiosques associados ao Sindicato dos Comerciários, Clivale e Caixa: fechados;
    SAC Móvel: fechado;
    A plataforma digital Salvador Norte Online estará funcionando: www.salvadornorteonline.com.br.
    Funcionamento do Shopping Paralela:

    Lojas âncoras, praça de alimentação, supermercado e farmácias: 12h às 21h;
    Cinema: conforme a sua programação de exibição.
    Funcionamento do Shopping da Bahia;

    Âncoras e megalojas (que possuem acordo com o Sindicato dos Comerciários) - 12h a 21h;
    Praça de alimentação e restaurantes – 12h a 21h;
    Farmácias – 12h a 21h;
    Pão de Açúcar – 12h a 21h;
    Bodytech – 09h às 13h;
    Cinema – Horário normal conforme a programação;
    Clivale - Fechado;
    Lojas e quiosques – Fechados.
    Funcionamento do Boulevard Shopping Feira de Santana:

    Lojas – 13h às 19h;
    Alimentação – 12h às 19h;
    Big Bompreço, farmácia BigFort – 08h às 19h;
    Casa Lotérica – fechada;
    Clinica Saúde Center – fechada;
    Funcionamento do Boulevard Shopping Vitória da Conquista:

    Lojas - 14h às 20h;
    Lazer e alimentação - 12h às 22h;
    Selfit e SAC – fechados.
    Funcionamento do Parque Shopping Bahia:

    Lojas – 13 às 21h;
    Alimentação – 12h às 21h;
    Hiper Ideal – 6h30 às 21h;
    PSG, Smart Fit – Fechados.
    Outros estabelecimentos:

    Funcionamento do Outlet Premium, em Camaçari:

    Estabelecimento e Praça de Alimentação: 9h às 21h.
    Funcionamento do SAQ:

    Todas unidades suspenderam atendimento.
    Funcionamento da RedeMix:

    Unidades: 6h30 às 20h, com horário sujeito a alterações ocasionais em algumas unidades.
    Funcionamento do GBarbosa:

    Iguatemi: 7h às 18h;
    Costa Azul: 7h às 18h;
    San Martin: 7h às 16h;
    Brotas: 7h30 às 16h;
    Lauro de Freitas: 7h às 18h;
    Pau da Lima: 7h30 às 16h;
    Cabula: 7h30 às 18h;
    Guarajuba : 8h às 19h;
    Horto Bela Vista: mesmo horário de funcionamento do shopping.
    Funcionamento da Perini:

    Graça, Pituba, Barra e Vasco da Gama: 6h30 às 20h;
    Costa Azul: 7h às 18h;
    Guarajuba: 8h às 17h;
    Shoppings da Bahia, Barra, Paralela e Salvador Shopping: mesmo horário de funcionamento dos shoppings.
    Funcionamento do Mercantil Rodrigues

    Ogunjá, Pirajá, Calçada e Lauro de Freitas: 7h às 21h.

  • Cimatec Saúde e Fiocruz vão desenvolver estudos clínicos de vacina contra a covid-19

    O Cimatec Saúde, oficialmente chamado de Instituto Senai de Sistemas Avançados de Saúde (ISI SAS), já negocia o desenvolvimento de estudos clínicos das fases 1, 2 e 3 da vacina HDT 301 contra a covid-19, em parceria com a Fiocruz. O anúncio foi feito durante a inauguração da unidade, que contou com a presença do vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

    “As tratativas estão bem avançadas para trazer para o Brasil uma vacina contra coronavírus, da americana HDT e da Genova (Índia). Aqui no Brasil o Cimatec Saúde e a Fiocruz farão os estudos clínicos das fases 1, 2 e 3, além da transferência de tecnologia. A produção será realizada na unidade Manguinhos”, afirmou o diretor de Tecnologia e Inovação do Senai Cimatec, Leone Andrade.

    O Cimatec Saúde, que ocupa um andar inteiro do prédio 3 do Senai Cimatec em Salvador, está equipado com laboratórios de alta tecnologia e já vem atuando na realização de testes para diagnóstico da covid-19. O Instituto tem quatro grandes eixos de atuação: Produção de remédios e produtos Farmacêuticos de Base Química e Biotecnológica; Insumos terapêuticos; Bio materiais e Engenharia de tecidos; Kits diagnósticos e Dispositivos e; Equipamentos e dispositivos e estudos clínicos e aspectos regulatórios.

    Para o vice-residente, o ISI será fundamental para o desenvolvimento da Economia do Conhecimento, que a pandemia acelerou. “Centros como este mostram a capacidade que o país tem de oferecer soluções nos mais diversos campos da ciência e da inovação”, disse. Mourão ainda elogiou o Sistema S, destacando o seu papel na preparação de trabalhadores para um mercado de trabalho cada vez mais exigente.

    O presidente da Fieb, Ricardo Alban, enfatizou que a união de esforços e recursos do Senai Nacional, BNDES e as parcerias com a Fiocruz e o Ministério da Saúde para que projetos como o do Cimatec Saúde sejam viabilizados contribuem para “promover a melhoria da competitividade e produtividade da indústria brasileira no setor da saúde através da geração, difusão e transferência de conhecimento científico e tecnológico para as indústrias do Brasil”.

    Alban ressaltou a necessidade deste tipo de convergência para que o Brasil supere os hiatos tecnológicos e a crise econômica pós pandemia. “É deste tipo de união que o país precisa para construirmos o futuro”, apontou. A solenidade contou também com as presenças da presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, pesquisador-chefe do Cimatec Saúde, Roberto Badaró, representantes dos Ministérios da Defesa e da Saúde, Comandos do Exército e da Marinha, além de presidentes de sindicatos da Indústria e diretores da Fieb.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.