Quinta-feira, 5 de Agosto 2021
8:42:16am
Ana Maria Braga testa positivo para covid-19

Ana Maria Braga testa positivo para covid-19

A apresentadora Ana Maria Braga, 72 anos, testou positivo para a covid-19. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (5) pelo apresentador Fabricio Battaglini, que a substituiu na apresentação do Mais Você.

"Vocês devem estar estranhando, perguntando: cadê a Ana? A Ana está bem. Hoje cedo quando ela foi fazer o teste de covid, hoje o teste da Ana deu positivo. Ela está bem, os sintomas são leves. Ela está com dor de garganta, um pouco cansada. Tá no hospital, inclusive. Mas o importante é saber que a Ana está bem", explicou o apresentador sobre os procedimentos realizados antes do programa.

Segundo ele, Ana Maria apresenta sintomas leves, como dor de garganta. Ela foi encaminhada a um hospital. Ana Maria já tomou as duas doses da vacina.

Em uma entrevista ao vivo do hospital, ela contou que se sente bem, dentro do possível. "Está tudo ótimo, na verdade, dentro do possível. Eu estava achando que era uma gripinha. Estava mais ou menos assim desde quinta-feira. A gente não espera. Eu nunca penso no pior. Pra mim está tudo ótimo", contou Ana.

Fabrício Battaglini abrindo o #MaisVocê de hoje. @anamariabraga testou positivo para Covid-19, mas ela está bem e com sintomas leves. Mais informações daqui a pouco no programa. pic.twitter.com/9Oyla7IYGE

— TV Globo em ???? (@tvglobo)
July 5, 2021

Itens relacionados (por tag)

  • Bahia registra 44 mortes e 2.025 novos casos de covid em 24h

    A Bahia registrou 44 mortes e 2.025 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,2%) em 24h, de acordo com dados do relatório epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) até o final da tarde desta quinta-feira (29). No mesmo período, 2.053 pacientes (+0,2%) foram considerados curados da doença.

    Dos 1.190.992 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.158.686 já são considerados recuperados, 6.632 encontram-se ativos. O número de ativos no estado é o menor no ano e apresenta tendência de queda ao longo do mês, queda que foi intensificada nas últimas semanas.

    Na Bahia, 51.382 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19. Desde o começo da semana, a Sesab passou a não divulgar a data precisa dos óbitos registrados, mas a confirmação e o registro foram feitos nesta quinta. O número total de mortes por covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 25.674.

  • Bahia registra 54 mortes e 1.337 novos casos de covid em 24h

    A Bahia registrou 54 mortes e 1.337 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,1%) em 24h, de acordo com dados do relatório epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) até o final da tarde desta terça-feira (27). No mesmo período, 2.059 pacientes (+0,2%) foram considerados curados da doença.

    Dos 1.187.550 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.154.936 já são considerados recuperados, 7.020 encontram-se ativos. Na Bahia, 51.350 profissionais da saúde foram confirmados para covid-19.

    Apesar das 54 mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados nesta terça. A Sesab não divulgou as datas em que ocorreram os óbitos. O número total de óbitos por covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 25.594, representando uma letalidade de 2,15%. Desde 16 de julho, quando registrou 65 mortes, a Bahia tem mantido registros de mortes por covid abaixo de 60 óbitos por dia, com uma média de 44 mortes por dia entre 17 e 27 de julho.

    A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

  • Covid-19: média de mortes no país atinge menor nível desde fevereiro

    O número de mortes diárias por covid-19 no país, segundo a média móvel de sete dias, divulgada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, chegou ontem (20) a 1.192. Esse é o menor patamar desde 27 de fevereiro, quando houve uma média de 1.178 óbitos.

    De acordo com os dados da Fiocruz, as mortes também registraram quedas de 23,5% em relação a duas semanas antes e de 42,2% na comparação com um mês atrás.

    A média de ontem está abaixo da metade do pico da pandemia anotado em 12 de abril deste ano, quando os óbitos diários atingiram 3.124. Apesar disso, ainda se encontra acima do número mais alto observado em 2020 (1.097 em 25 de julho daquele ano).

    Casos
    O número de casos, também segundo a média móvel de sete dias, chegou a 38.206 ontem, o menor nível desde 6 de janeiro (36.376). Foram observados recuos de 21,7% em relação a 14 dias antes e 48,1% na comparação com um mês atrás.

    A média móvel de sete dias é calculada pela Fiocruz através da soma dos registros do dia em questão com os seis dias anteriores e da divisão do resultado por sete.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.