Sexta-feira, 19th Julho 2019
2:28:30pm
Suspeito de matar filha de 11 anos que foi defender a mãe é achado morto na Bahia

Suspeito de matar filha de 11 anos que foi defender a mãe é achado morto na Bahia

O homem suspeito de matar a tiros a filha de 11 anos que foi defender a mãe, durante uma discussão entre o casal, em Muritiba, no recôncavo da Bahia, foi achado morto na noite de quarta-feira (10), em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador.

Michele Magalhães Rodrigues foi morta na noite de domingo (7), no povoado de São José de Itaporan. O outro filho do casal, de cinco anos, também foi atingido pelos disparos, mas sobreviveu.

Após o crime, Lucival de Oliveira Rodrigues, conhecido como "Buti da Rifa" fugiu do local.

De acordo com a SSP-BA, Lucival, que até então era considerado foragido, foi encontrado morto em um condomínio no bairro Caji. Segundo a polícia, a principal suspeita é de que ele tenha cometido suicídio.

Segundo a SSP-BA, equipes da Delegacia Territorial de Muritiba, que apura a morte da criança, receberam a informação de que o homem estava escondido em Lauro de Freitas. Policiais foram até o local mas, ao chegarem, encontraram Lucival morto.

Itens relacionados (por tag)

  • Três suspeitos de envolvimento em chacina em Lauro de Freitas, na BA, morrem em confronto com a polícia

    Três homens suspeitos de envolvimento na chacina ocorrida no município de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, na noite de sábado (18), foram mortos em confronto com a polícia no final da tarde deste domingo (19), informou a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

    Os suspeitos foram localizados por equipes da 52ª Companhia Independente da Polícia Militar e da Rondesp RMS na região conhecida como Lagoa dos Patos, após a polícia ter recebido uma denúncia.

    Um deles foi identificado como Robson Rodrigues dos Santos. Os outros dois ainda seguem sem identificação, diz a SSP.

    Com os homens, a polícia disse ter encontrado duas pistolas calibres 9mm, mesmo tipo de arma utilizada nas mortes, e um revólver calibre 38. A SSP informou que exames balísticos serão realizados com o objetivo de confirmar se as armas apreendidas foram as usadas no crime.

    No confronto com os policiais, os suspeitos acabaram sendo atingidos e, conforme a SSP, chegaram a ser socorridos, mas não resistiram.

    A SSP informou que, investigações preliminares dão conta de que as mortes estão relacionadas à disputa pelo tráfico de drogas na região. De acordo com os policiais, no momento da abordagem, o trio comemorava as mortes ocorridas no dia anterior.

    O caso é investigado pela 34ª Delegacia Territorial e pela Delegacia de Homicídios Múltiplos. Ainda de acordo com a SSP-BA, as equipes da 52ª CIPM e da Rondesp RMS intensificavam o policiamento na região desde que ocorreu a chacina.

    Fonte: G1/Bahia

  • Chacina: cinco pessoas são mortas a tiros em Lauro de Freitas

    Cinco pessoas morrreram por volta das 19h30 deste sábado (18) no bairro de Portão, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. O crime aconteceu na rua Boca da Mata. Entre os mortos, estão dois adolecentes, de 12 e 15 anos.

    Moradores da região relataram ao CORREIO que os assassinos estavam em um carro branco, de modelo não identificado. Eles pararam no meio da rua, onde as vítimas estavam reunidas, e efetuaram os disparos.

    Segundo a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), morreram no ataque Raimunda Jesus dos Santos, 35 anos, Rogério Oliveira da Silva, 36, Guilherme Gomes da Silva, 19, e os adolescente Pablo dos Santos, 15, Raiane Freitas, 12.

    Arthur Silva de Jesus Moreira, 23, foi baleado na cabeça e permanece no hospital. Segundo pessoas próximas, ele teve morte cerebral, mas a informação não foi confirmada pela polícia.

    Três dos mortos eram da mesma família. Guilherme, que começaria a trabalhar em uma lanchonete na próxima semana, era sobrinho de Raimunda e primo de Raiane. Pablo era amigo de Guilherme e Arthur. Já Rogério, que era pintor, era vizinho da família.

    Segundo a delegada Quitéria Maria Neta, que apura o caso, quatro homens a bordo de um carro atiraram, primeiro, em Pablo Ferreira dos Santos, 15 anos, na Travessa Santo Antônio, por volta das 19h. Após balear o adolescente, o grupo seguiu com o veículo para a Rua Boca da Mata.

    Ainda de acordo com a delegada, ao chegar no local, os homens dispararam contra uma mulher e os dois sobrinhos dela que estavam na porta de casa. As vítimas foram identificadas como Raimunda dos Santos, 35 anos, Raiane Santos, 12, e Guilherme da Silva, 19.

    A SSP-BA informou que as mortes foram motivadas por disputa de duas facções criminosas que atuam na região. A secretaria destacou que o fato está sendo investigado pela Polícia Civil, que apura as motivações e o modo como o crime aconteceu.

    Fonte: Correio24horas e G1/Bahia

  • Funcionário de banco da BA tem explosivos presos ao corpo por criminosos e família feita refém em tentativa de assalto

    Um funcionário de uma agência do Banco do Brasil de Muritiba, no recôncavo da Bahia, teve explosivos presos ao corpo e familiares feitos reféns durante uma ação de criminosos visando roubar a unidade, na manhã desta terça-feira (7).

    De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), no entanto, a polícia conseguiu fazer um cerco e os suspeitos fugiram sem levar nenhuma quantia.

    As pessoas feitas reféns, que não tiveram identidades divulgadas, foram liberadas depois. Não há informações de feridos.

    BB Muritiba

    Os criminosos teriam abordado as vítimas na casa onde elas moram. Em seguida, colocaram os explosivos no corpo do funcionário, para que ele fosse até a agência sacar dinheiro para os bandidos. O plano, no entanto, foi frustrado pela polícia.

    Agentes da 27ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) e CIPE Litoral Norte foram enviados ao local e os suspeitos decidiram fugir. Eles levaram alguns reféns e os libertaram depois, na saída da cidade.

    Equipes do Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) também foram deslocadas para a cidade, para fazer a retirada dos explosivos do corpo do funcionário, que também não teve nome e idade divulgados.

    A SSP informou que equipes do Departamento de Repressão a Combate ao Crime Organizado (Draco) já iniciaram as investigações para identificação dos suspeitos de envolvimento no crime.

    Fonte: G1/Bahia

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Ad2